Grêmio enfrenta os ‘gardelón’ da Conmebol

O Boca Juniors confirmou a classificação à final ao empatar com o Palmeiras por 2 a 2 (jogo de ida foi 2 a 0). Destaque para Benedetto, autor dos dois gols na Bombonera, e que voltou a marcar. Três chances de gol, três gols.

A dupla de zaga tricolor terá trabalho com ele. Sim, estou considerando que o Grêmio irá ganhar a vaga. O técnico Gallardo descumpriu o regulamento, aliás, se lixou pra ele, e a punição prevista é de derrota por 3 a 0. O resto´é conversa de gardelón.

Aliás, tem gardelón dando entrevista dizendo que apenas o técnico deve ser punido, não o clube.

Bem, quando uma desvairada chamou um goleiro do Santos de ‘macaco’ a punição foi do clube. O Grêmio foi eliminado da Copa do Brasil em função desse episódio.

O certo seria mesmo punir a torcedora, rapidamente identificada pelo clube.

Em casos de doping, a punição fica restrita ao jogador flagrado, embora muitas vezes o clube pudesse ser beneficiado com o doping de seu atleta.

É óbvio que Gallardo não desrespeitou a punição da Conmebol sem contar com o aval da direção. Ele orientou o time à distância, foi flagrado no vestiário no intervalo e assumiu tudo em entrevista pós-jogo. Réu confesso, portanto.

Cabe à Conmebol fazer cumprir o seu próprio regulamento, punindo o River Plate e colocando o Grêmio na final contra o Boca.

Ah, considero o River Plate mais time que o Boca, apesar do Benedetto.

Se gostou, compartilhe!