O mago Felipão e o milionário Luxemburgo

A Seleção Brasileira me surpreendeu. É o que me resta dizer depois de profetizar que o time montado por Felipão não teria futuro jogando com três atacantes e apenas dois marcadores de ofício no meio de campo.

Cheguei a escrever que Scolari deveria voltar a ser Felipão, aquele que foi campeão do mundo com três zagueiros, marcação forte no meio.

Pois Felipão, que às vezes parece um mago, mostrou que é possível ser campeão com um esquema mais ‘faceiro’, conforme eu e muitos definiram.

Felipão pegou o amontoado que Mano Menezes deixou e o transformou numa equipe.

Hoje, contra a Espanha, foi a prova de fogo. E o Brasil passou com folga ao bateu a Espanha por 3 a 0, com direito a gritos de olé e show de bola.

Feito o elogio e destacada a minha avaliação equivocada, pelo menos até o momento equivocada, vamos aos ‘poréns’ e ‘todavias’.

Não gosto dos dois laterais da Seleção. O Marcelo é pior que o Daniel Alves. Mas, e aí está o preocupante da coisa, não sei se tem melhores para as posições.

Luxemburgo, o desempregado mais feliz do país, por certo levaria o Pará para a direita e o Fábio Aurélio para buscar a recuperação na Seleção.

Outro que não merece ser titular: Hulk. Contra a Espanha ele até foi bem, mas acho que o banco de reservas estaria de bom tamanho pra ele.

No mais, a Seleção começa a ficar dependente de Neymar. Em poucos jogos, Neymar mostrou aos renitentes que é craque mesmo.

Neymar participou dos dois gols de Fred e ainda marcou um golaço.

Sei que os abutres da opinião secaram o Brasil só para poder dizer depois ‘viram?, onde está o Neymar agora?’.

Neymar está aí.

Posso imaginar a alegria da torcida do Barcelona e de seus dirigentes.

Já o pavor estava estampado no rosto dos jogadores espanhóis que defendem o Real Madrid e que viram, de muito perto, do que esse guri é capaz.

DUELO

Responda depressa: quem venceria um duelo de pênaltis entre Forlan, que não acerta um, e Dida, que não pega nada?

É briga de foice no escuro.

LUXEMBURGO

Final da tarde de sexta-feira, após o treino recreativo, Marcos Chitolina, assessor de futebol, o elo entre a presidência e o vestiário, disse a Luxemburgo que o presidente havia determinado que o glorioso Welliton – aquele que veio sem ter chegado – não deveria entrar no amistoso do dia seguinte, sábado, contra o Caxias, porque havia forte possibilidade de o Spartak pedir o seu retorno – para alívio da nação gremista.

Luxemburgo teria dito que só aceitaria ordem direta do presidente, não de seu emissário.

Ao ser informado do ocorrido, Koff decidiu pela demissão imediata de Luxemburgo – aquele que sequer deveria ter sido contratado.

Resolvida a encrenca com a OAS, Koff passou a cuidar mais do futebol.

Koff queria forçar Luxemburgo a pedir demissão, fechando a torneira e vetando iniciativas do técnico, mas não suportou essa desfeita.

Luxemburgo percebeu a jogada e reagiu, conseguindo o que queria: a demissão.

Assim, de clube em clube, de fracasso em fracasso – apenas como técnico de futebol, ressalte-se – Luxemburgo vai ficando mais rico, cada vez mais rico.

FELIPÃO

E pensar que no final do ano passado, a maior parte do torcida queria Luxemburgo e não Felipão.

Para evitar a vitória de Koff na eleição, a situação espalhava que Koff não ficaria com Luxemburgo e traria de volta Felipão.

Koff teve de vir a público anunciar que manteria Luxemburgo – até porque já sabia que Felipão voltaria à Seleção – para não perder a disputa.

QUEM VIRÁ?

Entre os nomes citados sou mais o Renato Portaluppi. Claro, antes o Muricy, mas ele estaria enfrentando dificuldades pessoais para deixar São Paulo.

Cristóvão ainda não tem currículo, é um noviço.

Adilson Batista, que tem trajetória irregular, traz na bagagem aquela campanha excelente na Libertadores de 2009, quando foi vice da Libertadores com o Cruzeiro, que tinha Kleber de atacante.

Sei que ele tem admiradores influentes na direção.

Não será surpresa se ele for anunciado.

O importante é que o Grêmio contrate um treinador em condições de brigar pelo título da Copa do Brasil, que é menos difícil de conquistar que o Brasileirão.

56
Deixe um comentário

Please Login to comment
0 Comentários
0 Respostas
0 Seguidores
 
Comentário mais recente
Comentário mais popular
0 Comentaristas
Recent comment authors
  Seguir discussão  
novos antigos
Notify of