A 'engorda' do Oscar e o caso Luxa

Depois dos dois gols contra o América Mineiro, Oscar não precisa mais ir para ‘engorda’.

O técnico Falcão recuou. Oscar não precisa mais ganhar corpo para enfrentar a dureza dos adversários.

O Neymar está aí pra desmentir essa bobagem que Falcão falou. Falcão, que era tão magro quanto Oscar quando foi campeão brasileiro em 1976, estava, na verdade, querendo acomodar as coisas.

Oscar obriga o técnico a abrir mão de um volante. E isso dói na maioria dos técnicos.

O fato é que dois meias como Oscar e D’Alessandro tornam o time colorado mais agressivo, mais ofensivo, e também mais vulnerável.

Tem muita gente defendendo que Oscar deve seguir no time com base no jogo contra o modesto time mineiro.

Se Falcão realmente está falando sério, Oscar começa contra o Palmeiras ao lado do argentino D’Ale. E contra o Palmeiras o furo é mais embaixo.

Quem gosta de um esquema mais atrevido é o Renato Portaluppi, que chega a beirar à irresponsabilidades algumas vezes no decorrer dos jogos.

Na real, eu gosto de um esquema mais fechadinho, explorando o erro do adversário. Mas reconheço que Renato tem conseguido bons resultados com suas convicções, em especial no Brasileirão do ano passado.

Agora, quem não gosta de futebol ofensivo, com muitos gols, lá e cá? De preferência mais lá do que cá.

O ideal mesmo é o equilíbrio. Quem ganha títulos são os times mais equilibrados. E estes na maiorias das vezes não jogam um futebol daqueles de umedecer os olhos de felicidade.

FALCATRUA

Não, não vou escrever sobre determinados políticos. Continuo no futebol, se bem que o caso envolvendo Luxemburdo e Edmundo é mais para as páginas policiais.

Edmundo emprestou uma grana ao Luxa em 1999, 40o mil reais. Luxa teria pago com cheques sem futebol.

Edmundo ganhou na Justiça, em todas as instâncias, e a dívida chegou a 1,9 milhão de reais. Luxa parece que não vai pagar.

A Justiça está indo atrás dos bens do técnico, que, aliás, está em decadência há tempo. O problema é que está difícil de achar o que está em nome do Luxa e o que já não está penhorado.

Agora, os dois batem boca pelo twitter. Luxa escreveu que tudo é invenção do Animal -a Justiça diz o contrário-. Aí o Edmundo respondeu bem-humorado:

– Tem que ver se o blog é mesmo do Vanderlei, porque ele não tem nada no nome dele hahaha.

Agora, o que mais chama a atenção é que Luxemburgo ainda é um dos treinadores com melhor remuneração no País. Talvez nem um outro ganhe tanto. Dizem que ganhava no Atlético Mineiro cerca de um milhão de reais por mês.

E por que ele pediu dinheiro ao Edmundo em 1999, quando estava no auge?

A continuar assim, Luxa pode seguir o caminho de outros profissionais do futebol que acabaram no fundo do poço.

Se gostou, compartilhe!