Grêmio, Cruzeiro e a grama sintética

Leandro era o atacante mais eficiente do Grêmio quando foi substituído. Sob o olhar conivente da arbitragem, apanhou muito. Leandro Vuaden gosta de ver o pau comer, principalmente contra os mais talentosos como Leandro, D’Alessandro, Oscar, Douglas e outros.

Aos 5 minutos do segundo tempo, leandro invadiu a área pela esquerda a drible. foi derrubado pelo zagueiro que já estava batido no lance. Leandro caiu. Ele não se atirou. foi falta, pênalti.

O comentarista da RBS TV viu o lance repetido pelo monitor e continuou dizendo que não foi falta. Outros comentaristas, os de rádio, viram o pênalti.

O pipoqueiro de fora do estádio viu que foi pênalti.

Depois desse lance de talento, de brilho individual, Leandro se apagou no jogo. Aos 20 mais ou menos foi substituído. Renato foi chamado de burro por parte da torcida. Eu mesmo estranhei.

Um comentarista de rádio chegou a dizer que tirar Douglas e Leandro era um erro enorme e que mesmo se o Grêmio vencesse ele continuaria a dizer que Renato havia errado. Um absurdo. Pura vontade de bater em Renato. 

Renato é debochado, irônico, fala demais. Há quem coloque isso acima de suas qualidades como treinador.

Os dois que entraram foram muito bem. Gostei do Carlos alberto. ele é brigão, mas tem capacidade de indignação, e isso me agrada. Apanha e encara os zagueiros. Por pouco não fez um gol, o zagueiro tirou de cabeça de cima da risca. Esse é o C. Alberto que eu conheço e que será útil mna Libertadores. gostei também da forma como ele vibrou quando marcou o gol de pênalti. 

Gostei do Lins. Ele vai pra cima do adversário, não se intimida. E tem qualidades. tem potencial. Fez mais em 20 minutos que o Borges nos tres ultimos jogos. Lins é um segundo atacante, mas acho que já merece ser testado no lugar de Borges. Pior não vai ser.

Pela primeira vez o volante Fernando me agradou. Jogou muito. Distribuiu o jogo com bons passes e lançamentos. e foi bem na marcação.

O Ipiranga tem um time forte, inclusive fisicamente. E tem bons jogadores.

No final do jogo, Antônio vicente Martins abafou a fofoca e a intriga ao declarar que ele e Renato trabalham em harmonia atualmente, e, ao contrário do que esperavam alguns, elogiou as substituições do técnico.

SAIDEIRA

Renato não vive sem uma confusão. Não tinha nada que afirmar que não joga no Passo d’Areia. ele poderia opinar, mas não ser tão enfático. Pronto, já veio o presidente da FGF rebater. Idem o do Cruzeiro.

O jogo contra o Cruzeiro deve ser mesmo na grama sintética, uma praga que a Fifa aprovou. Os fabricantes adoraram essa decisão dos velhinhos suíços.

O Cruzeiro tem direito de querer jogar ali. Mas poderia jogar em Canoas. seria bom para os dois times, especialmente para o grêmio que está envolvido  com a Libertadores e precisa cuidar para não ter mais lesionados.

O jogo na grama sintética é ruim para os dois. Mas quem mais perde é o Grêmio, que já está também na final do Gauchão.

Duvido que por trás disso exista uma conspiração contra o Grêmio. Duvido, mas não duvido muito.

Se gostou, compartilhe!