Lupicínio e a inveja que paira no ar

O Grêmio fez uma despedida discreta, sem ufanismo, nem oba-oba. Muito diferente da que o Inter fez em 2010.

Foi no dia 8 de dezembro. Quase 30 mil pessoas no Beira-Rio. Aí, o capitão Bolívar pega o microfone, impregnado de soberba, e dispara:

“Podem ter certeza que vamos fazer o melhor e podem ter certeza que no dia 20 estaremos aqui comemorando bi mundial”.

Nunca me esqueci dessa despedida. Muito divertido tudo isso.

O Grêmio faz diferente, talvez até tomando essa atitude colorada como lição. Nada de pensar no Real Madrid. Antes de chegar à final, é preciso superar um obstáculo.

Fora isso, é preciso ficar atento ao comportamento de boa parte da imprensa gaudéria. A maioria só fala no Real Madrid, no Cristiano Ronaldo, etc. Como se não tivesse nenhuma pedra no meio do caminho.

Esse tipo de coisa vai envolvendo o jogador, é difícil não projetar um jogo contra o fabuloso Real Madrid, ainda mais com esse “incentivo amigo”.

O importante é que Renato, que já levou umas rasteiras na vida, conhece a cabeça de seus comandados, e saberá administrar essa situação.

Agora, é impressionante o que ando lendo e ouvindo. O Real Madrid, segundo um e outro ‘especialista isento’, chegou ao fundo do poço (juro, eu li isso, só não lembro onde, acho que foi o Denardin), não é mais aquele, dando a entender que não será difícil vencer o time espanhol.

Viram? sempre o Real, nunca o Pachuca ou o Casablanca, adversários de respeito, superiores ao Mazembe, principalmente o time mexicano.

Agora, o que move certos jornalistas? Tem aqueles colorados que todos conhecem – e eles já sabem que não enganam mais ninguém – e os gremistas que o cornetadorw chama de ‘justinos’.

Parte deles não disfarça que está secando, embora tentem disfarçar que um título mundial ‘fará bem ao futebol gaúcho’, ‘valoriza nosso trabalho’, etc. Uma conversinha pra boi dormir.

Eu sequei o Inter e trabalhava na imprensa. Mas sempre que escrevia o fazia mantendo neutralidade.

Hoje, quando leio e ouço algumas pessoas – a inveja é grande – lembro na hora do Lupicínio com a sua Nervos de Aço:

“Eu não sei se o que trago no peito. É ciúme, é despeito, amizade ou horror”.

Fico imaginando a dor profunda que eles irão sentir se o Grêmio for campeão do mundo de novo.

Será bonito de se ver. Lágrimas e ranger de dentes…

CARTOLA

Parabéns ao vencedor da Liga Boteco do Ilgo: “GRÊMIO 1903 FC”. Entre em contato pelo Twitter ou por e-mail contato@cevagol.com.br para receber o prêmio. O segundo colocado, “O Jejum Virou F.C.” também tem direito a um prêmio, basta entrar em contato.

 

Se gostou, compartilhe!