Roger Machado cresce e Argel afunda

O técnico Roger Machado não podia ser mais claro em sua entrevista após a vitória (sofrida) por 2 a 1 sobre o Figueirense, numa Arena com mais de 34 mil pagantes.

Roger detonou a ideia de armar um esquema de jogo que privilegie um centroavante tradicional, o aipim, para que ele receba ’40 cruzamentos’ para cabecear, e que prefere criar uma mecânica que proporcione finalizações de preferência com os pés.

Foi o que aconteceu aos 47 minutos, quando o jogo se encaminhava para um empate inaceitável. Se um clube realmente almeja ser campeão não pode vencer um Gre-Nal e logo depois empatar em casa com um time de porte menor. Não pode. 

Em outros tempos, seria bola tipo ‘truvisca no fedor que o beque faz contra’. Com Roger é diferente. Ele prefere a jogada tramada. A bola de pé em pé, envolvendo a defesa. Todos nós gostamos disso, mas por vezes nos irritamos com tanto toque-toque. De minha parte, pode ser reflexo de outros tempos, como os anos 90, por exempo.

Pois o Grêmio chegou à vitória ao estilo de Roger. Bola de pé em pé, até chegar em Pedro Rocha, que driblou o marcador já dentro da área, não se afobou, e encostou para ele, o aipim Bobô, que trocou de pé na conclusão e tocou no canto direito para fazer o gol da redenção gremista.

Essa vitória passa por Roger. Confesso que me revoltei quando ele sacou Luan e manteve Douglas em campo. Protestei intimamente. Aí, o Figueira empatou, com um gol daqueles que acontece muito raramente, mas que são até comuns quando se trata de Grêmio. O Figueira ainda teve duas boas chances, com falhas individuais de Edilson e de Thiery. Foram dois sustos. O jogo começava a ficar dramático.

Roger, então, sacou Douglas e Wallace, colocando Bobô e Pedro Rocha. O Grêmio ficou num 4-2-4 nos minutos finais, empate por 1 a 1. Quando tudo se encaminhava para um resultado absolutamente frustrante, eis que Pedro Rocha fez a jogada e Bobô marcou. Os dois jogadores que Roger havia mandado a campo poucos minutos antes.

Então, mérito para o treinador. Roger Machado comete alguns equívocos, ao menos na minha opinião, mas em regra geral ele acerta muito mais do que erra.

Fora isso, está claro que o momento é de sorte. 

 

FUNDO DO POÇO

Não é por nada que o Grêmio, mesmo perdendo alguns titulares importantes como Geromel, consegue se manter na ponta de cima, enquanto vê, por exemplo, seu maior rival afundando irremedivelmente. O rumo é do fundo do poço.

O Inter perdeu por 1 a 0 para o Santa Cruz, que briga para sair da zona do rebaixamento e que não vencia há cinco jogos.

Já o Inter sofreu sua quarta derrota consecutiva. Não há treinador que resista a uma campanha tão ruim. Festejado por seu início retumbante no Brasileirão, Argel começou a se considerar o máximo, perdeu a humildade, deu entrevistas confusas, desastradas, e ainda deu armas ao rival as falar em passar o trator no Gre-Nal.

Hoje, ao que parece, Argel está com horas contadas como técnico do Inter. Nada que o preocupe, já que ele mesmo já adiantou que não fica desempregado.

O fato é que em sua primeira experiência como técnico de clube grande Argel está fracassando.

Essa marca gruda e fica difícil de descolar.

TRATOR

Por falar em trator, o Movimento Grêmio Multicampeão – ao qual sou vinculado com muita honra – levou um trator à sua sede, que fica bem em frente à Arena. Muita gente aproveitou para tirar fotos sobre o veículo. Até o presidente Romildo Bolzan apareceu por lá para festejar com dezenas de torcedores.

LEMBRETE – Não esquecendo que continuo em busca de apoio à minha candidatura ao Conselho Deliberativo do clube. Quem quiser me apoiar é só mandar nome, número de matrícula de sócio e endereço para: ilgowink@gmail.com.

Ou então passar essas informações nos comentários.

NOS ACRÉSCIMOS 1

Como escrevi acima, Argel duraria algumas horas. E foi o que aconteceu. Ele foi demitido. Luxemburgo é o mais cotado. 

NOS ACRÉSCIMOS 2

Esqueci de registrar que houve um pênalti do Werley a favor do Grêmio a um minuto de jogo. Ele claramente coloca o braço na bola dentro da área. De repente, pensei que era jogo do Gauchão com árbitro da federação noveletiana.

Se gostou, compartilhe!

  • Fábio Viana

    Uma das melhores entrevistas do Roger nessa temporada. A declaração sobre o papo com o Éverton, é reveladora. Temos um treinador que está conseguindo perceber detalhes que outros não notariam e, melhor, conseguindo fazer uma limonada. Poderia muito bem se acomodar, assim como Éverton, sacar o guri e colocar o Miller, mas preferiu apostar no garoto.
    Sobre o jogo acho que deve ser ajustado o posicionamento defensivo. O meio campo recua de mais, parecendo que a 1ª linha de defesa fique com 5 ou 6 jogadores dentro da área, dando espaço para bola ser trabalhada a frente da área. Outro detalhe no jogo de ontem, parecia que a única saída de bola, era com Éverton. Parecia que a estratégia era, toca a bola no guri que ele “dibla” e resolve. Por vezes o garoto estava sozinho na beirada do campo e a única saída era mesmo a jogada individual. Não podemos ficar dependendo só dessa jogada, o time deve variar as jogadas, senão ficará previsível para os adversários.

    Acioso para ver como será a influência do SINPOF para o domingo que vem.

    Abs.

    • Andre Peixoto – Sarandi/RS

      Fabio, o Everton fica sozinho porque o jogador mais adiantado (Douglas) não consegue acompanhar sua velocidade. Pior foi ouvir do narrador do PFC, o Alano, que Douglas tem uma incrível preparação física, permitindo correr os 90 minutos. Quase tive um infarto do miocardio…

      • Fábio Viana

        Acho que um pouco é isso também.
        Ontem era 15 do segundo tempo e ele já tava se arrastando. Poderia ter tirado o Douglas ao invés do Luan, até pq o Luan já está indo para a seleção. Não teria pq poupá-lo, se fosse o caso.

      • Francisco Coelho

        Lerdo e sem fôlego pelo cigarro. Talvez com um balão de oxigênio na casamata consiga ser produtivo 45 minutos.

        Também é bom para o Roger acordar e fazer trocas mais cedo. Alguns na altura perdem a noção do tempo. Kkkk

    • Dilamar Costenaro

      Penso que o Roger devia dar um puxão de orelhas no Luan, o cara tá muito fominha, nem sempre se consegue resolver sozinho, e ontem por 3 ou 4 vezes ele deixou de pifar os campainheiros para tentar driblar e sempre perdia a bola, no mais boa vitória, espero que não seja sempre nos acréscimos.

    • Daniel Scherer

      Quando o Roger se livrar do bruxismo exacerbado (Douglas é o maior exemplo) estará nas graças de toda a nação tricolor. Até lá, terá que conviver com as criticas e cornetas (sendo algumas injustas e sem critério algum, é corneta por corneta, simplesmente).
      O jogo de ontem foi um absurdo o Douglas em campo todo o tempo que ficou, o cara não fez NADA o jogo todo, porque não colocar o bolanos já no intervalo e dar ritmo pro cara? São essa coisas que arranham a trajetória do Roger, essa teimosia com algumas vedetes do time.
      Sobre o rendimento, o primeiro tempo foi sofrível (embora a garfada no começo com o penalti sonegado, mais um pra conta) e méritos ao Wallace (que não está bem) que pelo meno chutou. Giuliano não fardou ontem e Luan esta dormindo. Mas por incrível que pareça o time voltou muito melhor no segundo tempo, o que não é normal principalmente quando vira ganhando, e poderia ter liquidado a fatura não fosse o preciosismo em algumas conclusões e defesas importantes do goleiro do Figueira. Era pra ter sido uns 3 até tomarmos o gol. Ai virou filme de terror e não tem porque passar por isso contra um time do porte do Figueirense. Se tem a chance, tem que liquidar logo, senão é dar chance pro azar.

      • Gabriel

        Ilgo, o Roger é inexperiente, e vai aprender, que não se tira o melhor time em vão, por pouco não deu zebra.

        Gostei do time, jogaram bem, criaram muito e se não o goleiro o Figueirense sairia goleado. O Bolanos dá mostras que melhora a cada partida e acredito nele na ausência doLuan. Até porque o Douglas não deve sair do time

    • Rogerio

      Vi o jogo do Grêmio contra o Corinthians pelo brasileiro sub-20 no sábado e embora tenhamos perdido o jogo, fique muito impressionado com um jogador nosso chamado Machado, joga demais, estava no meio de campo numa posição mais atrasada, como um primeiro homem, mas joga em qualquer função do meio tranquilamente, qualidade técnica, velocidade, ambidestro, bola parada, chute de media distância, não tem nada que ele não faça. Prestem atenção e podem me cobrar depois.

      Abs

      • Ilgo Wink

        teu comentário reforça o que se diz sobre Machado

  • Daniel Scherer

    Será verdade que o Marcelo Hermes pediu 110 mil para renovar???? Se for, interna o rapaz porque ele esta louco.

    • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

      Amigo, não acredite nessas barrigadas da IVI.

  • Renato Souza Aguiar

    Bom dia a todos.

    Hoje me senti na obrigação de postar. Há muito tempo acompanho o boteco e outros blogs, como o Corneta. Não tenho o hábito de me manifestar em nenhum, mas estou um pouco incomodado com alguma opiniões que são aqui externadas.

    Existem alguns argumentos muito frageis utilizados para criticar a atual direção, que eu não sou partidário de nada, nem sócio sou, portanto não tenho rabo com nenhuma direção do clube, aliás tenho apvor de me misturar em qualquer área que seja marcada por falcatruas (politica, futebol etc)

    Mas uma delas e que me incomoda por demais é a critica a base do Grêmio e a utilização dos garotos.

    Um dos argumentos é que a base não ganha nada, e que ganhar é forjar o carater vencedor e blá, blá blá… Quem lê até pensa que o Grêmio foi um muti-vencedor de copas de base, NUNCA ganhamos por exemplo a Taça São Paulo em toda a sua história. Que papo é esse então??? Danrlei, Roger, Miguel, Portaluppi são jogadores que nunca ganharam nada na base, então devo entender que vieram de fora ??????? Ronaldinho, Douglas Costa, e por ai vai. Então isso é BALELA, conversa fiada de quem não tem nada a dizer e só tem tese que nunca será comprovada. TODAS as direções do Grêmio foram incompetentes até hoje, partindo dessa premissa.

    Quer ciritcar a direção atual, que muito incompetente em algumas questões, pelo menos usar um argumento sólido seria recomendável.

    Outra é a utilização da base. Vejo opiniões que deveríamos colocar todo o time júnior, mas que disparate é ess? Quam em sã consciencia faria isso?? Barcelona e Real Madrid só tem a base né?? Nenhum time do MUNDO faz isso. Mas o pior é a incoerência. A base não ganha nada e quer colocar essa memsa base no time profissional????? Tem algo errado…….

    • Marcos lena

      base é o seguinte: de cada 200 da uma espremida e sai 2 ou 3 no máximo. Todos os times são assim. ta certo o Renato Aguiar

    • Ilgo Wink

      Eu defendo basicamente que a base é para formar jogadores para o time principal.
      Já vi time junior do Grêmio ser campeão e dele não sair ninguém de valor. E também já vi o contrário.

    • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

      Renato Souza Aguiar, ótimo comentário. Parabéns.
      Assisti aqui comentários frenéticos de vários jogadores da base que não eram aproveitados no elenco principal, e um deles era o lateral Junior que ”assombrava” na base.
      Aí, subiram ele para o profissional, fez vários treinamentos entre os titulates, viajou umas 4 ou 5 vezes com o grupo principal para ir se ambientando, era o que diziam.
      Aí, o Grêmio emprestou ele ao, PASME, Joinville, criticaram de novo a Direção, e pensei que o cara iria arrebentar e voltaria para 2017 como a solução definitiva para a nossa Lateral esquerda.
      O que aconteceu? O cara foi dispensado pelo Joinville porque não conseguiu ser RESERVA no time principal de uma série B.
      Cadê o Lincoln? Com certeza absoluta o Roger Machado sabe porque ele com 17 anos não é titular do Grêmio. O resto, é balela.
      O Ilgo tem razão absoluta: Já vi time junior do Grêmio ser campeão e dele não sair ninguém de valor. E também já vi o contrário.
      Mas é bem mais fácil criticar a Diretoria e treinador em todos os sentidos. Abraço a todos.

  • Francisco Coelho

    Tenho como mais um erro desta diretoria a grande exposição da renovação do M. Hermes. Divulgar é uma coisa e fazer alarido outra.
    Também a divulgação de valores não é legal. Poderia ser dito percentual.

    É comum a todos os clubes estes entraves com valorização de jogadores com pedidas irreais ou incompatível com o mercado.

    Se o jogador interessa ao clube a renovação tem de ser antecipada e não havendo o jogador vendido. Isso evita este desgaste e o clube têm tempo para contratar outro.

    Eu penso assim.

    • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

      Tens razão, Patrono, mas já te ocorreu que 80% destes erros não são da Diretoria e são barrigadas da imprensa que ficam sempre no dito pelo não comprovado?
      A I.V.I existe e os cornetas contra ela são muito fortes. Pense nisso.