Zaga caçula repete os cascudos

Quando Roth escalava apenas um atacante de ofício (Leandro Damião) e três meias chegando de trás, era alvo de uma saraivada de críticas de alguns setores da mídia e boa parte da torcida. Jogar dentro do Beira-Rio, então, com esse formação era um acinte, um sacrilégio.

Eu tenho preferência por um esquema dois atacantes, mas em alguns casos, na falta de um segundo atacante de qualidade, sou favorável ao esquema com dois volantes, três meias e um atacante, que pode ser um mais posicionado ou mesmo um de movimentação.

Neste dia 7, Dorival Jr veio com a mesma proposta de jogo que Roth implanta no Grêmio, repetindo o que fez muitas vezes no Inter.

Ninguém ergueu a voz para contestar Dorival, ao menos que eu tenha lido e ouvido. Jogo em casa, adversário fraco e ainda assim apenas um atacante. Fosse Roth o treinador, levaria muito pau.

Da mesma forma em relação a Bolívar. Ele facilitou a vida de Dorival e pediu pra ficar de fora. Parece que ele sabia o que iria acontecer. A jovem zaga falhou como os cascudos já falharam.

O Inter chegou fácil aos 3 a 0, com o ataque de ‘um atacante só’ funcionando como nunca aproveitamento 100 por cento. O problema é que a defesa voltou a falhar, quase repetindo o que houve contra o Santos.

O Inter levou dois gols de cabeça. Dois gols de cabeça do lanterna do campeonato, dentro do Beira-Rio.

Fico imaginando o que não fariam com Bolívar no intervalo do jogo, logo após os dois gols do América Mineiro. Bolívar parece ter pressentido o desastre, que só não foi maior porque o América é mesmo muito fraco e o sistema ofensivo funcionou a pleno.

O importante é que o Inter fez a sua parte e voltou a vencer em casa.

Mas que a defesa tem sido um problema, tem. Dorival Jr minimiza e diz que gosta de time ofensivo.

Fernando Carvalho, retranqueiro de carteirinha, não vai gostar.

SAIDEIRA

Grêmio precisa vencer o Bahia. Nem o empate basta. Com uma campanha ridícula fora de casa, o Grêmio está obrigado a somar pontos longe do seu aconchego. O Bahia vem uma bela vitória e tem Joel Santana estreando. Jogo difícil.

Roth ainda não confirmou quem começa no lugar de André Lima. Miralles viajou e passa a ser uma alternativa interessante, ainda mais agora que Roth o colocou nos trilhos.

Brandão deve começar a partida. É um bom centroavante. Está sem ritmo. Talvez deslanche hoje. O Grêmio vai precisar.

Se gostou, compartilhe!