Libertadores mais difícil

Ontem à noite, enquanto estraçalhava um assado de tira num pequeno restaurante uruguaio, em Rio Branco, froneira de Jaguarão, onde vim comprar uns vinhos, vi o Cerro Porteno bater o Colo colo. Os uruguaios torciam pelo Cerro. Cheguei a ficar em dúvida se o Cerro era mesmo paraguaio.

Foi uma grande vitória dos paraguaios, num jogo em que o pau comeu solto.

Mas o mais impressionante, e preocupante, é que o Santos e o Fluminense que pareciam zumbis na Libertadores, garantiram classificação.

Quer dizer, se a Libertadores já estava difícil, ficou ainda mais complicada. Santos e Fluminense, crescendo, são candidatos ao título.

Se o sr Paulo Odone não se mexer e trazer um centroavante imediatamente vejo um futuro sombrio para o Grêmio.

Dificuldades enormes já agora contra o Universidad.

O Inter pega o Peñarol. Não sei qual dos dois times é mais difícil.

Sei apenas que tanto Grêmio como Inter não estão jogando um futebol que justifique manter esperança de título.

Se gostou, compartilhe!