Renato e os deuses do futebol

Renato é um inventor. Insistir com Gilson no meio de campo depois do fracasso que foi contra o Atlético Paranaense é um absurdo. Quando vi Gilson no time, com Maylson fora, fiquei perplexo.

O Grêmio vai perder de cinco, pensei, assustado também com a presença de Lúcio desde o início, ele que estava fora há meses. Lúcio até me surpreendeu.

Em 25 minutos estava 2 a 0 (no primeiro gol tinha três botafoguenses pra cabecear e nenhum defensor do Grêmio. No segundo, Herrera entrou passeando na área.

Renato tentou corrigir sua mancada. Colocou Roberson no lugar de Gilson. Levei outro susto. O Grêmio ficou, então, com um 4-2-4.

Roberson entrou bem, agitou bastante.

Aí, Jonas achou um gol, numa bola que reboteou nas pernas de Leandro Guerreiro (velho ‘idolo’ colorado.

Bem, o Grêmio terminou com quatro atacantes. Perdido por 2 a 1, perdido por 3 a 1, não faz diferença. O Botafogo poderia ter ampliado, mas os deuses do futebol olharam para o grande ídolo gremista mais uma vez.

Jonas, sempre ele, empatou.

O time teve alguns destaques: Jonas, F. Rochemback, Wilson e Adilson, este um herói sozinho na marcação no meio de campo. Merece medalha.

Para quem perdia por 2 a 0, buscar o empate é quase uma vitória.

É preciso, porém, não esquecer o que aconteceu, como esse empate foi obtido.

Estou firmando uma convicção. É com muito pesar que estou concluindo que Renato não serve, não vai durar.

Silas é mau treinador, além de disciplinador ridículo, ao menos no Grêmio.

Renato aparentemente acertou as coisas no vestiário, mas lamentavelmente, pelo que tenho visto até agora, ele não sabe o que está fazendo.

Nem sei se ele é treinador de futebol.

Não sei como ele conseguiu levar o Fluminense ao título da Copa do brasil e ao vice da Libertadores. Eu me amparava nesse trabalho para defender sua contratação, mas agora, vendo o que ele comete assim de perto, estou assustado.

Jonas salvou contra o pobre Guarani. Jonas salvou hoje.

Os deuses de futebol não irão salvar Renato, e o Grêmio, sempre.

Se gostou, compartilhe!

  • Zé Esquilo

    e nem salvarão tua memória esportiva. Leandro Guerreiro era ‘ídolo’ pro teu amigo edgard schimit que,na ânsia de puxar o saco do Leão (a quem ele, edgard, VALENTEMENTE, DE LONGE, DE LONGE, SÓ DE LONGE, SEMPRE XINGAVA),quando sentiu o bafo do Leão de pertinho (ele e toda crônica esportiva, incluindo tu), enfim, o edgard “sentenciou”:- Aí está o subsituto do Dunga, Leandro Guerreiro. HAHAHAHAHAHAH

  • Titia Cruzes

    Brigadinha blogueiro, nada de política, nada de falar nos meus “milhõezinhos”. Isso mesmo, segue assim garoto.

  • Ilgo; bêbado quando cai raramente se machuca. Renato é assim. Escala um time que até o adversário fica com a pulga na orelha. Enquanto a novidade não é absorvida pode dar certo. Outro que gosta de inventar é o vesgo Pontes de Paiva. O Mano também é meio chegado em “criar” postura em campo. Entre trancos e barrancos estamos saindo da zona negra. Está faltando um Oberdan Nazareno Vilain na zaga para acabar com os escurinhos…

  • Revi umas 10 X os gols. O Renato deveria passar umas 300 para a defesa ver até a exaustão. O primeiro gol foi achado e na cabeçada do Jonas poderia ser marcado impedimento de 2 jogadores. Jonas a meu ver não estava impedido, mas 2 jogadores do Grêmio estavam e participaram da jogada.

  • Li o editorial do OESP e quem não tem o rabo preso pode falar. Tem um outro que falava em rabo preso com o leitor, mas a maioria dos jornalistas está na imprensa oficial com o rabo amarrado e com bastante publicidade estatal.

  • Gushiken foi esperto e com as “verbas” arrumou “aliados” em muitos estados. Estas verbas hoje fazem a diferença e as mordaças estão nas praças. Somente algumas poucas trincheiras com boa memória e ganhando pelo trabalho são as vozes que não se calam. O que não devemos é generalizar com ELES pretendem, pois são criadores e criaturas e o seu sistema vai comer os mesmos. Em todos os sistemas o eleito eliminou a concorrência imediata. É só uma questão de tempo. O COMA ANDANTE ainda não quer largar o osso e já reassumiu a condução das coisas claro que tratado por MÉDICO espanhol após fracasso dos cubanos. Na hora do aperto eles seguem a mesma receita que condenam. Alguém viu governante em hospital público? Só para fazer política. kkkk

  • Anonymous

    Tá loco ilgo … tu é uma noiva do adilson e do maylson! O adilson deixou o herrera livre na marcacao do segundo gol do herrera! o adilson deixou o ganso tabelar no primeiro gol na vila belmiro! o maylson tá uma ferida de ruim nos ultimos jogos!
    tu muda tua opiniao no primeiro, no segundo tempo, a cada jogo!

  • Leandro M

    Ao Anônimo ai de cima: o erro do primeiro gol foi do Wilson e não do Adilson. Ele saiu para fora da área para marcar o Herrera. O Herrera tabelou e recebeu nas costas dele. Básico: quando um time está bem postado na defesa, NUNCA um zagueiro deve sair da área para acompanhar um atacante. É muito fácil de alguém entrar nas costas dele. Qualquer zagueiro da várzea sabe disso.

    No mais, concordo com o Ilgo, estamos com mais sorte do que juízo. Mas estou ainda dando um desconto para o Renato, já que ele não está tendo tempo para treinar porque ele teve pouco tempo para treinar. A defesa está muito desorganizada (3 jogadores cabeceando sozinhos) e eu espero que essa seja a razão.

    Mas as idéias sobre futebol do Renato realmente estão me assustando. É verdade que eu sempre vi ele como um treinador “faceiro”, já que mesmo na grande fase do Fluminense resultados como 4×3, 4×4, 5×4 eram bastante comuns. O Renato nunca foi um organizador de defesa. Os times dele nunca foram equilibrados.

    Time se organiza a partir da defesa. O Grêmio deveria organizar bem a defesa, garantir o 0x0, e especular no contra-ataque. Uma defesa bem organizada (3 volantes), mais Borges, Souza e Jonas para puxar o contra-ataque, e com uma bola parada bem treinada (na defesa e no ataque), o Grêmio sairia fácil-fácil essa situação. Parece razoável? Pois bem, essa é a receita “clássica” do Celso Roth, que a torcida do Grêmio mandou embora…

    P.S.: Sobre o Wilson, acho ele um Odivan piorado. Tosco, sem recursos técnicos, sai de lugar a todo momento. Não sabe cercar o adversário, sempre dá o bote. Entre ele e o Oséia, não sei qual é o pior. De mais a mais, “zagueiro exposto é zagueiro ruim”. Com um volante, nem o Gamarra seria bom…

    Abraço,
    Leandro

  • Rafael M.

    Vilson é melhor que Ozéia, sem dúvidas.
    Parecia desespero. Saiu o Rochemback e o Souza para entrada de dois atacantes (Leandro e André Lima). Acabou dando certo. O botafogo recuou muito.

  • Anonymous

    Caro Leandro M. Concordo em parte contigo. O erro do primeiro gol não foi exclusivo do Vílson. O Gabriel deveria ter feito a cobertura e vacilou… Aliás, o Gabriel deveria ser o cara escolhido para compor o meio, já que estava jogando assim na Europa e ontem no jogo, em vários momentos esqueceu que era lateral. Agora que o Rochembach se contundiu ficou difícil escalar o time. Eu arriscaria Victor, Edílson, Vílson, Rafael Marques e Lúcio. Adílson, Gabriel, Maílson e Souza. Jonas e Borges. Ah, só para finalizar. O Souza tá jogando uma bola curtinha, curtinha…

    Abraços!

    Marcelo Schmitt

  • Rafael M.

    O atlético-go não é essa mosca morta que muitos pensam. Acho que o Renato vai inventar o Gilson no meio novamente. Aí…

  • David

    Ilgo, eu frequentava um fórum de futebol com várias torcidas diferentes. Fórum de opinião séria, não brincadeiras ou ameaças. Os torcedores do Flu na época diziam que o Renato fazia isso que tu disse, cuidava do vestiário, a motivação, mas a parte tática ele deixava pro auxiliar dele: Vinicius Eutrópio, que depois virou até técnico. Dizem que esse era o grande segredo.

    Um cara como o Rospide poderia muito bem desempenhar essa função.

  • Interessante essa informação sobre o Renato no Flu, isso ajuda a explicar o que aconteceu lá.

    Curioso também que diziam o mesmo sobre o Silas, que era o irmão dele que escalava e definia o esquema.

    O Renato não parece ser um cara que aceite esse tipo de situação, mas que ele precisa de um cara ao lado dele pra trocar ideias, precisa.

    Essa do Maylson sobrar até pro Gilson não tem explicação.
    a não ser alguma coisa de contrato, forçar uma renovação por prazo maior, essas coisas. aí, deixam no jogador na geladeira.
    mas quem sofre é o clube.

  • Anonymous

    Quem salvou o Grêmio foi o Herrera e sua “fome”!!!

    O Botafogo teve 2 lances para matar o Grêmio, mas graças ao individualismo do Herrera, que preferiu não passar a bola, o jogo acabou como todos viram, pra desespero do Joel!

    * Leandro Guerreiro continua entregador!
    ** Esse zagueiro Vilson é muito fraco! Não se iludam, só dá bago!

    Rafa!!!

  • Yeda Hari

    Blogueiro, uuu, blogueiro queriduuuuuu,
    brigadinha por não achar NADA DE ERRADO em espionar o Tarso. Imagina, que mal tem dar uma ESPIADINHA, né?
    HEHE

  • Tarso Tenso

    Blogueiro, não te mete nesses assuntos políticos, tu sabes muito bem o que aconteceu com o celso daniel e o companheiro toninho do pt. O recado está dado.
    Essas acusações à companheira Dilma não passam de factóide. Eu afirmo, peremptoriamente, que não existe motivação eleitoral nos supostos desvios de conduta que por ventura algum militante possa vi a exercer.

  • FERNANDÃO

    Não precisam agradecer, por EU TER TIRADO VCS DA ZONA DE REBAIXAMENTO, hehehehe