O garoto rosa choque

A brincadeira tramada pelos jogadores – o técnico Roberto Fernandes não teria sido o autor da ideia – do Figueirense repercutiu em todo o país.
 
Essa de obrigar o pior do treino anterior a treinar com um vestido rosa realmente é algo que merece repercussão.
 
A OAB, talvez porque o Brasil atravesse um momento de calmaria ética e moral e por isso não tenha muito o que fazer, se meteu e até publicou nota de repúdio à  atitude, condenando o técnico.
 
Tudo indica que não se trata de uma punição verdadeira, até porque Fernandes poderia ser alvo de processo por parte da vítima, no caso o meia Jairo.
 
O caso faz lembrar outro ocorrido há um mês. No Santa Cruz, o técnico obrigou dois jogadores brigões a dar voltas no gramado, correndo qual duas gazelas, de mãos dadas. Isso sim é algo constrangedor, porque se trata de penalização imposta por um superior.
 
Na redação do CP, sobrou para o colega Alfredo Possas, que é natural de Pelotas. Um brincalhão chegou dizendo que o Pelotas vai adotar a ideia dos catarinas, só que o vestido rosa será um prêmio, não uma punição, ao melhor do treino anterior.

 

Se gostou, compartilhe!