Reserva de Douglas salva o Grêmio

Neste campeonato de perde-ganha, em que uns mais perdem do que ganham, o importante é somar pontos.

O Grêmio fez o que não conseguia há bastante tempo: vencer uma partida.

E isso merece ser saudado efusivamente. Não importa como a vitória aconteceu, isso é um mero detalhe.

Não importa se Victor deu mais uma vacilada. Alguns dizem que foi erro grosseiro, não concordo. Foi um bola venenosa, cruzada com carinho pelo excelente lateral do Fluminense. Vejo mais méritos do adversário nesse lance. Ainda assim, Victor deu mais munição aos seus críticos.

Sigo com meu pensamento: Victor é titular.

Depois do gol, a reação do time. Mas antes da virada, vaias de torcedores. Vaias para Leandro, Lúcio, Marquinhos, Adilson e sei lá mais para quem.

Alguns torcedores deveriam ficar em casa. Ou então ruminar sua raiva em silêncio. Vaiar jogador que não se esforça é uma coisa, vaiar quem tenta superar sua limitações técnicas com muita disposição é outra.

Adilson é um acerto de Roth em termos defensivos. Um grande acerto. Mas Adilson quando se projeta tem dificuldades. Coitado do centroavante.

O André Lima é limitado. Depende de jogadas. Imagino a inveja que ele deve ter sentido quando Fred recebeu aquele merengue na cabeça para fazer 1 a 0. André Lima não foi agraciado com nada parecido desde que voltou ao time.

Lúcio é outro esforçado. Merece aplauso, não vaia. Ele se entrega, mas ele tem o seu limite técnico e diria até intelectual. Não é um jogador inteligente, longe disso, mas é aplicado.

Então, lá pelas tantas, na garra, ele livrou-se do marcador e encostou para Marquinhos, que também sofria com vaias. Marquinhos chutou meio desajeitado e, felizmente, apareceu um zagueiro no meio do caminho para ajudar a enganar o goleiro: 1 a 1.

Mais adiante, agora com moral e mais confiança, ele fez 2 a 1. Parte gol ele deve a mim. Quem me conhece melhor sabe que no decorrer de um jogo eu afirmo certas coisas e dá justamente o oposto.

No caso de Marquinhos, eu fiz de propósito, usando esse meu poder. Afirmei: “O Grêmio não faz gol de falta a horas, não vai ser agora que fará um gol”.

Não deu outra: gol do Marquinhos.

Aliás, Marquinhos é um jogador que sugeri há um ano, antes de ele ser contratado pelo Santos. Gostava dele no Avaí, um articulador de boa técnica e com aplicação tática, diferente do Douglas, que tem muito mais qualidade, mas que joga futebol como se estivesse num mundo à parte.

Confesso que prefiro jogadores que se dediquem mais, que marquem, aos que só jogam com a bola nos pés, mesmo que algumas vezes sejam brilhantes. Agora, se forem geniais quase sempre, aí realmente não precisam marcar. Não é o caso de Douglas.

Ah, alguém sentiu a falta de Douglas? Talvez o Fluminense.

Então, Douglas pra mim é reserva de Marquinhos, que merece uma sequencia de jogos como titular. Lúcio, apesar dos pesares, ainda é o mais eficiente pela meia esquerda.

O ataque. Esse é um caso sério, grave mesmo. De que adianta ter um centroavante cabeceador se a bola de linha de fundo quase não existe?

Se André Lima estivesse no Santos, onde Borges recebe papinha a toda hora, seria goleador do Brasileirão. São dois atacantes sanguessugas. Diferentes, mas iguais na essência.

Vamos ver se Brandão será a solução. Como rima deu certo, mas desconfio que ele é da família de André Lima.

O Grêmio somou três pontos e isso é o que importa. Mas há outro ponto a ser considerado: o time quase não deu chances de gol ao adversário. E este sim é um fato novo, e altamente positivo.

INTER

Osmar Loss cumpriu seu dever. lançou alguns jovens promissores. Dorival Jr  recebe uma boa herança.

Fora isso, Loss não venceu o Bahia por detalhe. O Inter foi superior e mereceu vencer.

É claro que a arbitragem ajudou ao anular o gol de Carlos Alberto ainda no primeiro tempo. Os colorados já não podem mais reclamar que só o Corinthians é beneficiado.

O fato é que o Inter segue na briga por vaga na Libertadores.

SAIDEIRA

Sugestão de leitura: artigo do empresário (não de futebol) José Gallo, pagina 11 de Zero Hora dominical. Ele explica com poucas palavras por que o Grêmio está nesta pindaíba e por que vai continuar padecendo se não houver uma mudança radical no clube. É um texto para ser lido numa sessão do conselho deliberativo do clube.

Se gostou, compartilhe!

  • FÁBIO

    Eu diria que vaiar jogador enquanto o time tá em campo, o jogo não acabou, e ainda por cima, no primeiro tempo, É COISA DE VIADO!

    Assim que o André Lima saiu, um minuto depois, o Leandro deixou o centroavante, que não era mais ele, pifado pra fazer o gol. Aí fica difícil também. E aquela chance que o Saimon também teve, de cabeça, sozinho…

    Victor falhou de novo… E ainda quase entregou o empate, soqueando uma bola para a meia-lua da área… Fosse o Maarcelo Grohe com tantas e consecutivas falhas, já estaria sendo crucificado. Hoje eu confio mais no goleiro reserva do que no titular.

    O Adílson parece que perdeu o fôlego depois daquela cotovelada FORA DO LANCE (vai denunciar o cara também, STJD?? Como fizeram com o Leandro).

    E, finalizando, acho que já é o quarto penalti não marcado a favor do Grêmio neste campeonato…

  • David

    salve, ilgo. vamos tecer alguns comentarios:

    – concordo sobre o victor. aliás, achei muito mais um erro do saimon do que dele. nossos zagueiros da base parecem que são tudo, menos zagueiros. o saimon ainda errou depois no ataque uma cabeçada que era meio gol. não é a toa que ele e o mario jogam melhor como laterais. repito: 3 5 2 é o melhor nesse momento. mas voltando ao victor, vamos com calma. agora é o momento do roth e pelaipe chamarem ele pra uma salinha e conversarem, oferecerem apoio. é melhor fazer isso, do que colocar ele no banco, e consequentemente ele ser desconvocado da seleção, e aí sim se agravaria ainda mais. o victor tem caráter, a gente sabe que é falha técnica, e nao vagabundagem, então cabe um papo, diferente das atitutudes que tem que ser tomadas contra gabrieis da vida.

    – o gol de falta do marquinhos foi um golaço, fez boas cobranças de escanteio tbm. mas a atuação dele eu nao gostei. qdo digo a atuação é dar um passe, um cruzamento. o que eu vi foi ele dando passes pro lado e atrasando os ataques. nao queria ter no elenco, mas ja que se tem, é uma opção boa pra 2 tempo.

    – o roth conseguindo recuperar o magrao, pode ali surgir uma boa alternativa pra terceira função do meio. burro por burro, que se fique com um burro que ainda corra, nao atrapalhe nas faltas e ainda faça uns gols de vez em quando.

    contando uma vitória no jogo contra o santos, estariamos com 21 pts na 16 rodada. os lideres tem 34, o ultimo time da libertadores tem 28. ainda nao demos aquela arrancada, é possivel sonhar com coisas maiores.

    prox jogo com o ceara, que faz uma campanha mais ou menos em casa. o problema é o tomador de cha do tecnico deles. depois que saiu do gremio, faz questao de sempre ganhar da gente, seja aqui ou no estádio dele. depois o goianiense no serra dourada (calafrios) e o grenal. fazendo 6/7 pontos nesses 3 jogos está ótimo.

  • Francisco Coelho

    Com a devida vênia vou discordar; quem paga e mantém o clube pode e deve vaiar. Só cordeirinho fica impassível frente à visível má vontade incompetência ou sucessão de erros. Só a vaia pode fazer com que o TREINADOR ou os DIRIGENTES acordem, pois a maioria além de fazer cenas na área delimitada tem seus apadrinhados. Eu não tenho sangue frio. Aliás, o brasileiro está muito acomodado e concordino. TÔ PAGANDO…
    Quando o goleiro sai os zagueiros devem abrir ou podem atrapalhar a saída. Já vi vários no choque soltarem a bola ou saírem lesionados. Victor falhou sim e feio no meu modo de ver. O goleiro tem de conhecer a bola com que trabalha e suas características. A chuva não é desculpa e esta bola não molha ou muda de peso pelo que sei. Para isso são adquiridas bolas para treino visando cada competição. Simplesmente Victor errou o calculo e saiu antes da bola.
    Se em uma batida bem feita da lateral ou escanteio o goleiro sai mal é culpa do Francisco Cersósimo e dele. Minha é que não é.
    NÃO É A TOA QUE A MAIORIA DOS GREMISTAS pedem o Grohe.

  • Não vi o jogo, mas tão-somente os lances dos gols.

    Lamentável a atuação do Victor.

    Ilgo, pela tua lógica (Marquinhos titular, Douglas reserva), o Victor, esse goleirinho de seleção, deveria, há muito tempo, ser reserva do M. Grohe.

  • Rafael M.

    Bem, eu discordo de ti, Ilgo. Senti falta do Douglas. O Marquinhos fez os gols, ótimo, bateu bons escanteios, só. Jogar ele não jogou. Perdeu as mesmas bolas que o Douglas perde. Douglas ainda deve ser titular, na minha opinião.
    O Victor errou feio. Não sei se não teve elasticidade suficiente ou se calculou mal. Acho que é por ficar só no banco na seleção. Não sei.
    Vilson tão criticado foi bem. Saimon tão requerido foi um pouco pior. A gurizada da base nem sempre é a solução.

  • David

    estava olhando a tabela no globo esporte, o ceará começou mal o brasileiro em casa, perdendo várias, mas agora engatou uma série de 4 vitórias em casa, perdendo só a ultima para o avai por 3×0. em casa parece ser um time forte, e que vai para o ataque. o roth armando uma bela retranca, e indo nos contra-ataques pode sair algo bom.

    já o atlético-go é vergonhoso em casa. em 8 partidas, perdeu 5 e ganhou 3. mas é no serra dourada… como disse, fazendo 6/7 pontos iriamos para 24/25 pontos. contando uma vitória contra o santos lá em outubro, fechariamos o turno com 27/28 pontos. longe de ser o ideal, mas fazendo um segundo turno decente pode se sonhar com coisas maiores. ainda não demos a nossa arrancada, e qdo chegar a hora tem que ser pra valer.

  • David!

    Concordo com a tua análise! Somente colocaria 7 ou 9 pontos nestes 3 jogos, digo isso porque:

    1. O Ceará está fazendo seus pontinhos em casa, mas como tu mesmo disse, eles gostam de se atirar para o ataque, então se formos competentes no contra-ataque, rola os 3 pontos.

    2. Já contra o Atlético G. o mínimo é a vitória. Se não ganharmos desse time que briga unicamente para não e cair, não podemos almejar nada no campeonato.

    3. Grenal é Grenal, mas é em casa e termos que ganhar também, no mínimo um empate.

    Logo, serão 7 ou 9 pontos, essa será a nossa arrancada, pois assim embalamos uma sequência de bons resultados, nos afastamos da zona da degola e partimos para o topo.

  • Francisco Coelho

    Revista Placar Bola de prata: Goleiro
    Marcelo Grohe, mesmo sem jogar, se agarra aos seis bons jogos que fez pelo Grêmio enquanto o titular Victor estava na seleção. Mas o número de jogos (6) ainda é baixo. Chance para Marcos, do Palmeiras. Em 12 anos como titular, ele nunca esteve tão perto da Bola de Prata. Júlio César, do Corinthians, recupera de lesão, está na briga.

    Com mais umas 5 partidas seguramente passaria o RG na Bola de Ouro pois sua pontuação é 6,58 com 6 jogos contra 6,63 do dentuço com 14.

    E o Ilgo prefere o Victor…
    Acorda amigo.

  • David

    denigelson

    li agora no globo esporte q o ceara estará sem os seus 3 volantes titulares na prox partida, entre eles o michel que eles idolatram. e o edmilson (aquele mesmo), que é lento, e parece estar bichado, pode jogar. para um time que ataca demais em casa, ficar sem seus protetores titulares é algo bom pra nós.

    fui ver no bid agora, o lucio tem contrato até dezembro de 2012………………

    torcer para o magrão jogar bem na quarta. como já disse, burro por burro, é preferível um que tenha folego e nao atrapalhe.

  • Antonio

    Ilgo…será que o Pelaipe/Odone não podem fazer uma surpresa e contratar o Ilsinho ligeiro antes que o Inter? esta seria uma grande sacada fora de campo.

  • Thank you for your blog article. Fantastic.