Dagoberto: boato agita meio esportivo

A notícia de que o Inter estaria tentando contratar Dagoberto causou alvoroço. Ninguém sabe de onde saiu a informação, mas o fato é que mexeu com colorados e gremistas.

Dagoberto é sonho antigo de nove entre dez gremistas e colorados. Eu mesmo sugeri sua contratação quando o Grêmio perdeu Jonas.

Com o Grêmio o São Paulo até negociaria, mas duvido que faça negócio tão cedo com o Inter.

Afinal, como negociar com um clube que tirou do Morumbi uma das maiores promessas do SP, o jovem Oscar?

Então, quando ouvi que o Inter estaria mesmo tentando Dagoberto, ainda por cima em alta no SP, duvidei. Para reforçar a onda alguém divulgou que um dirigente, Chumbinho, teria viajado à capital paulista.

Para dar mais credibilidade à ‘informação’, lembraram de um velho interesse do SP pelo Guinazu, que inclusive chegou a assinar um pré-c0ntrato com o clube paulista.

Dizem ainda que o SP teria proposto, no começo deste ano, a troca pura e simples de Dagoberto pelo volante argentino. Fosse verdade, seria uma insanidade da direção paulista. Um crime contra o patrimônio. E pior: que o Inter teria rejeitado a troca.

Quer dizer, absurdo dos absurdos.  Mas a onda virou marola.

No final da tarde um dirigente do São Paulo colocou um ponto final na história. A negativa foi enfática. Nada de negociar Dagoberto, principalmente com o Inter.

O dirigente fez uma revelação: o Grêmio também havia tentado Dagoberto, isso há uns três meses.

Essa informação mostra que a direção tricolor não estava tão distraída e sonolenta quanto se imaginava. Se Dagoberto, naquele momento brigado com o técnico Carpegiani, viesse, a campanha gremista na Libertadores seria outra, muito diferente.

Agora, assim como o Grêmio, se o Inter realmente investiu na contratação de Dagoberto, agiu corretamente, porque é o jogador que completaria o ataque colorado.

Assim, gremistas e colorados seguem sonhando com Dagoberto. Quem sabe no final de carreira…

SAIDEIRA

O advogado Carlos Josias, ex- dirigente e ex-c0nselheiro do Grêmio, ingressou com uma petição no TJD gaúcho sobre racismo no Beira-Rio. A ação é fundamentada num texto do Siegman em seu blog, há uns dez dias.

Siegman, como se sabe, denunciou o Grêmio por racismo recentemente. Uma denúncia feita em termos muito agressivos, conforme escrevi aqui.

Vejam o que escreveu o dirigente colorado, comprovando que manifestações racistas acontecem em todos os lugares:

Tenho orgulho de ser gaúcho, mas não há dúvidas de que o nosso estado convive com uma banalização do racismo. Já vi manifestações racistas até mesmo nas cadeiras do Beira-Rio. Algo tem que ser feito. Um cidadão que assiste a uma manifestação racista deveria chamar um policial, denunciar e exigir a prisão em flagrante do ofensor.

Se gostou, compartilhe!