2010: um ano muito estranho

Este é um ano mágico, estranho. É o ano, por exemplo, em que Celso Roth conseguiu quebrar um tabu de quase 20 anos ao conquistar o título da Libertadores.

É o ano em que eu consegui sair do CP depois de 30 anos. O ano em que eu descobri que os domingos de vadiagem existem, e que as noites podem ser usadas também para descansar, passear, etc. É também o ano em que descobri os feriadões.

É o ano em que Fidel Castro, enfim, admitiu que seu regime fracassou, mas isso depois de deixar milhares de vítimas ao longo do caminho.

2010 é o ano do Tiririca. Vai entrar para a história como o ano em que Tiririca, um comediante sem a menor graça, fez mais de um milhão de votos.

É o ano em que o presidente Lula conseguiu eleger uma burocrata sem carisma, que nunca havia disputado sequer eleição pra síndico. Falta ainda referendar a vitória, mas isso é só questão de mais alguns dias.

É o ano em que o PT conseguiu vencer no Rio Grande do Sul na disputa à presidência. Sua candidata fez 47% dos votos. É um sinal claro que nos encaminhamos para o fim dos tempos. A terra de Leonel Brizola nunca mais será a mesma. Estou desolado.

É o ano em que o PT retoma o poder no RS. Tenho curiosidade sobre o que vai acontecer com a GM. Ou Tarso consertará o erro de Olívio, com quem não tem muita afinidade, e vai recuperar a Ford ou outra montadora?

Quem viver, verá.

Mas 2010 marca ainda outra decepção, entre tantas que venho sofrendo: a eliminação de Luciana Genro da Câmara Federal.

Luciana teve o meu voto. Apesar de sua expressiva votação, uns 130 mil votos, ficou de fora por causa dessa absurda regra eleitoral que faz um nome forte levar à reboque meia dúzia de pessoas inexpressivas, com poucos votos, em detrimento de nomes como o de Luciana Genro, uma pessoa que teve a dignidade de deixar o PT em meio ao escândalo do mensalão.

Ela poderia ter ficado, como a imensa maioria de seus companheiros, inclusive seu próprio pai, mas preferiu preservar sua consciência, sua história e a própria história que o partido havia construído, fundamentado na ética, na idoneidade, no combate à corrupção.

Vamos ver o que 2010 ainda nos reserva.

Ainda vislumbro uma pontinha de esperança ao longe, muito longe, logo após aquela Serra que avisto no horizonte por enquanto sombrio.

SAIDEIRA

A 1983 pode ser encomendada (restam poucas unidades) através do meu e-mail: ilgowink@gmail.com.
Custa R$ 5,00 a long neck.
Quem não gostar recebe o dinheiro de volta.
O interessante é que até colorados estão manifestando interesse na cerveja. Bem, quem acabou de ser bi da Libertadores e está próximo de conquistar o bi mundial tem mais é que manter o bom humor e entrar na brincadeira.

Se gostou, compartilhe!