Erros do Grêmio agitam os urubulinos e lotam a kombi

Se eu fosse mais paranoico do que já sou diria que o Grêmio errou tanto nos últimos tempos apenas com um objetivo: matar a esperança do tricampeonato no Brasileirão.

Claro que minha paranoia não chega a tanto – ou estou me subestimando? -, mas o fato é que o Brasileirão para a torcida gremista só não acabou porque o fantasma do rebaixamento sempre ronda os mais distraídos.

Aquilo que o torcedor mais queria, o título do campeonato/maratona – que para muitos deveria ser prioridade na temporada – foi adiado outra vez. E pelo jeito para o dia de São Nunca.

Essa frustração, somada a atuações instáveis do time e decisões inquietantes da direção e do técnico Renato Portaluppi, como essa folga no meio do ano, entre outras, irrita o torcedor mais pacato e menos crítico.

Temos então que o mesmo grupo que alçou o clube a títulos importantes em três anos acumula equívocos inexplicáveis, inaceitáveis.

Um exemplo singelo: insistir com Michel como zagueiro, mesmo tendo um zagueiro de ofício na base. O resultado foi a perda de pontos preciosos, que hoje colocam o time numa situação constrangedora e que mais adiante podem fazer ainda mais falta.

Assim, o gremista que andava com um sorriso de orelha à orelha até pouco tempo, hoje sofre com a corneta vermelha e ainda tem de conviver com gremistas raivosos, que não vacilam um segundo para dar pau no presidente Romildo Bolzan e no técnico Renato.

Esses gremistas conseguem irritar mais que os colorados, em festa sem ter ganho título algum, nem de peteca.

Esses gremistas são os urubulinos, sempre muito presentes nas redes sociais quando o time vai mal, e mais discretos e comedidos quando a fase é de vitórias, como essas que virão em breve.

Os urubulinos, apelido carinhoso desse grupo, pequeno mas barulhento, não são muitos. Mal conseguem lotar um fusca, como aconteceu quando o time conquistou a Copa do Brasil e a Libertadores, mas hoje, com a fase ruim, lotam uma kombi, da frota do Expresso Urubulino.

PASSAGEIROS DA KOMBI

Leandro Souza (motorista), Wilson Santos, Ancião, J.Carlos, Juninho Street, Antônio R., Henrique Martins, Jairo e Tiozaum.

Pedro de Lara, se reaparecer, vai atrás, sobre o motor.

Deixe um comentário

Please Login to comment
  Seguir discussão  
Notify of