Vencer o Gauchão é questão de honra

Esse time C do Grêmio repete o que fez seu similar no ano passado, acumulando algumas boas atuações e muitos resultados negativos.

No jogo deste sábado, então, a gurizada gremista arrasou no primeiro tempo do meio para a frente, a ponto de a torcida cantar ‘olé’ antes do intervalo, uma precipitação que custou caro.

A amostra é pouca, mas já indica que é preciso fortalecer o time o mais rápido possível. O time está naquela de ‘jogou como nunca e perdeu como sempre’.

É inaceitável, mesmo para um time inexperiente, permitir tantos cabeceios em sua área.

O técnico Roger Machado começou sua derrocada no Grêmio quando os adversários se divertiam vencendo as disputas pelo alto e acumulando gols de cabeça.

Foi preciso trocar de treinador para ‘fechar a casinha’, armando uma artilharia antiaérea.

RENATO PRECISA ASSUMIR

Posso estar sendo precipitado, mas esse técnico do time C não sabe como impedir os gols pelo alto. Assim como não soube evitar a reação caxiense. César Bueno disse que o time foi inexperiente. Eu acrescento que ele também o foi.

Aliás, penso que o titular Renato Portaluppi deveria comandar o time.

O fato é que o Caxias deitou e rolou. Nicolas, que marcou o primeiro gol na vitória de 5 a 3, poderia ter feito pelo menos mais um de cabeça. O zagueiro Laércio fez um pelo alto e outro de chiripa, com a bola batendo em sua coxa após cobrança de escanteio.

ARBITRAGEM

É bem verdade que o juiz Vinicius Amaral deu uma mãozinha ao assinalar um pênalti inexistente (ainda veremos muito disso), que o experiente João Paulo converteu.

O juiz foi conivente com as pancadas dos caxienses principalmente os talentosos Matheus Henrique e Jean Pyerre. Mas esse é o noveletão…

O goleiro Bruno Grassi, que até salvou um gol, não chegou a cometer falha mais grave, mas não sei se Marcelo Grohe não teria evitado uns dois gols. Agora, ele é o menos culpado.

TÍTULO REGIONAL É QUESTÃO DE HONRA

Cabe agora à direção atuar para evitar que esse tipo de coisa aconteça, começando por mandar Renato para a casamata, que é o seu lugar, não o camarote.

Está passando da hora de romper a hegemonia vermelha na aldeia. O Grêmio terá de jogar o suficiente para também atropelar as arbitragens do Gauchão. Vejo o título como uma obrigação, questão de honra mesmo.

Respeito quem pense o contrário.

DESTAQUES

O primeiro tempo do Grêmio, tirando os cabeceios em sua área, foi estimulante. Posso estar equivocado, futebol tem disso, mas há algumas pedras preciosas a serem lapidadas.

Destaco nesse jogo o Matheus Henrique, Jean Pyerre, Isaque, Pepê e Lima.

Quem fez o que eles fizeram no primeiro tempo e em alguns lances do segundo merece todo apoio e incentivo. E paciência.

Se gostou, compartilhe!

  • Ricardo de Cruzeiro

    Tinha olhado este time C no campeonato de aspirantes,ou algo assim e fiquei com estas mesmas impressões,mas principalmente com o “técnico “.Mas muitas vezes a gente se engana.

    • Ilgo Wink

      Muitas vezes a gente se engana, em outras tantas a gente acerta.
      Acho que esse rapaz não está preparado, e não é culpa dele, e sim de quem o colocou ali.

  • Márcio Tubarão (PDF FIFA)

    Caro amigo Ilgo, mais uma vez, você nos brinda com excelentes pontamentos.

    Faço o entendimento de qualquer torcedor no mundo quer ver seu time levantando taça em todas as competições disputadas. “Impossível!”, muitos dirão. No entanto, o desejo de, mais uma vez, sentir aquela emoção de ver o Grêmio deixando sua marca na história, além de incomparável, é inegável.

    Parece obvio que a torcida gremista (ou boa parte dela) quer o Gauchão. Porém, o que parece desestimular uma fatia da nação tricolor com relação ao referido campeonato – e aqui eu me incluo – é o histórico de sandices protagonizadas pelos agentes da FGF nos últimos anos em prol de um único escudo do RS.

    Comecemos pela partida de hoje entre Novo Haburgo x Inter. Note que tivemos um lance de área exatamente igual aquele do Kannemann no jogo contra o Caxias, no ano passado.”Bola na mão” ou “mão na bola”, no jogo do Grêmio foi dada penalidade em favor do Caxias. Já no jogo do Inter…

    É perceptível, pelas razões que todos nós já sabemos, que há diferença de “pesos” em lances iguais. As medidas é que são diferentes. Parece que tudo depende do escudo de quem está em campo.

    Mas não precisamos ir muito longe. No jogo de ontem entre Grêmio x Caxias, muitas foram as sequências de lances violentos contra os meninos do Grêmio – inclusive uma digna de expulsão de um jogador do Caxas. Novamente, nenhuma uma punição.

    E, é claro, não podemos esquecer do lance que lesionou gravemente o jogador o Bolaños que, mesmo se alimentando com canudinho, deu argumentos para PED e sua trupe, frequentemente, referenciarem o atleta como um profissional de qualidade questionável.

    Esta sensação de impunidade em lances capitais e de tendenciosidade em determinadas decisões dos agentes da FGF, muitas vezes, podem servir de desestímulo. E não é por menos. Penso ser pouco provável que algum torcedor queira ver um atleta inutilizado fisicamente em razão de uma disputa de bola desleal – lance este que pode desfalcar a equipe por uma temporada inteira em outras competições de maior relevância.

    Da minha parte, o Grêmio tem todo o meu apoio em escalar a equipe de garotos. Estou certo de que ótimos frutos ainda podem ser colhidos desta equipe. Precisamos conter as vaias e apoiar a gurizada. Aqui, a cobrança é diferente.

    QUANTO À MATURIDADE DA EQUIPE

    Neste caso, não sei quem tem menos maturidade, se são os jogadores da transição ou o seu técnico. Parece lógico que uma equipe formada por meninos não possui a mesma maturidade que um time profissional que, diga-se de passagem, possui jogadores com uma trajetória muito mais experimentada.

    Mas, independentemente do grau de entrosamento ou maturidade de um grupo, é função de sua liderança blindar os atletas e JAMAIS (em letras garrafais) atirar seus liderados na fogueira publicamente.

    Embora o comparativo possa não ser o mais adequado, a situação que se configurou ao final do jogo de ontem me remeteu ao caso do Micale com relação à seleção olímpica, quando houve a necessidade de intervenção do Tite no vestiário.

    Quem sabe, este seja o “benchmark” para ligar o sinal de alerta de que chegou a hora do Renato entrar em ação e tomar para si a gestão do time de transição.

    • Ilgo Wink

      Perfeita tua análise.
      é por isso que escrevi que o Grêmio só será campeão gaúcho se tiver foco para isso e forças para superar o jogador número 12. Agora, o título, até por causa dessa federação red, é imperativo.

  • Thiago Medeiros

    Troco gauchao pela recopa e nem penso duas vezes… Deixa os guris jogarem mais um pouco resultado eh o de menos nesse 9velletao.

    • Francisco Lanferdini Serafini

      Que joguem até cair fora do Gauchão, de preferência na primeira fase ainda.

      • Rodrigo Mello

        Desde que garantam pontos para não serem rebaixados, tem que fazer pontos para escapar.

  • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

    Ilgo, está evidente demais que neste bom time do sub-18 do Grêmio o problema é Treinador onde dos volantes para trás perdemos de 3×5, e dos volantes para a frente vencemos de 3×0 jogando muito futebol e ele não enxergou isso.

    Bruno Grassi por mais esforçado e interessado que seja voltando das férias mais cedo, não é nem o 5º goleiro de um time do tamanho do Grêmio, e isso o Rogerião treinador já deveria ter percebido a dois anos. Léo já.

    O time fez dois bons jogos com essa garotada e foi visível que os gols tomados e as circunstâncias que isso aconteceu foram exclusivamente falta de visão do treinador no setor defensivo onde poderemos queimar o bom Mendonça que sentiu a falta do Paulo Miranda ontem ao seu lado, e neste Robalitu’s do Noveletu’s devemos sim continuar com esta molecada para que peguem ritmo e experiência pra subir ao elenco profissional.

    Este Treinador não classifica o time para o octogonal mesmo que não valha a pena o Grêmio se preocupar com isso, pois no último ano do Noveletto as coisas vão ”rumar” outra vez para que a Taça siga pro Circo remendado, portanto, esqueça esta tal ”questão de honra”, pois isso no RS é inviável porque é a única chance de Taça pros vermelhos.

    • Márcio Tubarão (PDF FIFA)

      Bela leitura, amigo Copião. Pelo visto, não estou sozinho na fatia de tricolores desestimulados com o 9lettão.

      • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

        Márcio, está visível demais o abandono dos estaduais que estão criando força Brasil à fora, pois existem muitos clubes colocando reservas e os garotos nesta fase inicial, e eu gosto disso.

        Mesmo o Grêmio optando por usar a garotada apenas nas 5 primeiras rodadas, e o time principal somente nos jogos da Arena, ainda vejo riscos de lesões no início da temporada, mas é o preço que vamos pagar pelo calendário recheado de 2017 que nos deu o Tri da América e o Vice Mundial.

        Prefiro isso do que valorizar o ”engana bobo” que desde 2011 se transformou na Champions do Chicu’s que mesmo assim, precisa usar o apito para proteger o clube vermelho da FGF presidida por um sócio e conselheiro deles a tantos anos.

        Conselho: te cuida, daqui a pouco vem um daqueles lorpas sumidos daqui dizendo que tu é mais um fake do Copião só porque pensamos iguais em vários assuntos, é dose, haja Bardhal B-12 e Gimo Cupim ….. oremos.

    • GremioSempre

      Encaro o Robalitu’s do Noveletu’s como foi a primeira liga 2017″ não fede nem cheira ” para mim, competição viciada e envergonhada.
      Deixa os do lago se acharem (novamente) a ultima bolacha agua e sal do pacote pois este filme deles eu já vi ano passado e pela situação pior que se encontram nem vindo o FBI além Suat para salvar eles, será certa compania ao Vasco em 2019. A IVI está desesperada pelo desprezo de Grêmio no campeonato deles. Segue la pelota eu quero é além texas .

    • Ilgo Wink

      Se a direção anuncia no começo do ano que irá negligenciar o Gauchão, jogar com reservas até o fim, eu fecho na hora.
      Ou há um confronto com a FGF, ou não há. Não existe meio confronto.

      • HENRIQUE MARTINS

        Ilgo,
        Infelizmente a instituição Grêmio se abaixou demais pra essa federação gaúcha.
        Isso vêm de anos.
        O que dizer destas arbitragens mal-intencionadas, repetitivas e horrorosas.
        O “tal pênalti de gauchão” que só existe aqui.
        Este confronto que referiste entre o Grêmio e a FGF começou a dar as caras o ano passado somente, mas foi muito pouco.
        Há algo de muito sujo nos bastidores entre os reds e a FGF e eles aproveitaram em muitos anos com títulos regionais.

        • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

          Prezado amigo Henrique, leio e ouço por aí que ”nós” reclamamos sempre de todas as arbitragens, dos lances polêmicos, que nós ganhamos, empatamos ”ou” somos roubados no Novelettu’s, mas isso é tão verdade quanto os nossos dois Brasileiros, cinco Copas do Brasil, três Libertadores e o Mundial de 1983 conquistado bravamente com uma atuação exuberante de Renato Portaluppi, nosso maior ídolo em todos os tempos.

          Não gosto muito da atual postura do Cacalo porque o acho ”hoje” retrógrado e ultrapassado em seus conceitos de futebol, mas me chamou a atenção duas situações no Sala de Redação que parei de ouvir a alguns anos, e voltei no episódio Victor Ramos:

          1) Vi buscando no Youtube uma surra que ele deu no ”silêncio” que manteve diante duma narrativa mentirosa do Advogado do Inter quando este voltou derrotado e fracassado com o rabinho entre as pernas acompanhado de outros 4 super experientes ”juristas esportivos” que foram ao TAS, CAS, FIFA na Suíça e levaram outra surra do Advogado do Vitória-BA que os desmontou com apenas ”uma frase” naquela Seção Pastelão, fazendo a Fifa devolver o processo à CBF e STJD que fulminou o clube com uma multa milionária de R$ 820 mil nunca antes aplicada a um clube no Brasil quando o máximo no CBDF era de R$ 100 mil por falsificação com o agravante da punição de sofrer ”outro” rebaixamento para a série ”C”, e isso explica os ”outros” R$ 720 mil, e é por isso que acabaram indo ”caladinhos” para a segunda divisão. ”E” a cobertura de Torres na auditoria do balanço do Píffero ?????

          2) Vi buscando no Youtube a discussão entre Cacalo e Francisco Noveletto que estava hospitalizado e ligou ao Sala de Redação para confronta-lo no programa do dia 23/03/2017 e ali ficou evidente que a FGF e seu presidente que é sócio e conselheiro do Inter protege seu clube do coração amestrando as arbitragens do Campeonato, e o Noveletto não aguentou a pressão do Cacalo na discussão ”ao vivo” e desligou o celular. Agora, coincidentemente, a RBS desliga o Cacalo que já estava fazendo hora extra lá a 4 anos e o Noveletto acena com a saída da Presidência da FGF este ano, apoiando seu Vice que é ”Gremista” e conselheiro do Grêmio, mas era apenas um fantoche lá dentro daquela bagaça.

          Aí, você junta as imagens de Pedro Ernesto Denardin com Salmão grelhado na Cia do Chico Noveletto e Argel treinador do Inter na semana de um Grenal, mais um jantar na calada da noite entre Nicoláz Leóz da Conmebol com Fernando Carvalho e o ”parceiro” Chico Noveletto regado a costela uruguaia e chopp cremoso, e o adversário na final é o Chiva’s ….. !!!!!
          Pense nisso, embaixo desse angu tem caroço. Abraço.

          • HENRIQUE MARTINS

            Pois é José.
            Tudo que vc relatou é de meu conhecimento também.
            Tenho poucos “conhecidos colorados”, e eles sempre zombam o Tricolor com este escrete do Carvalho que nós ganhamos, empatamos ”ou” somos roubados.
            Mas nada me convence do juiz Paraguaio que apitou Inter X Nacional-URU, foi literalmente “comprado”, 2006.
            Esse PED é um mentecapto.

  • Felipe Glotz Mostardeiro

    Ilgo
    Na verdade, quero muito que o inter vença este ruralixo(lixo de gramados, arbitragem, tabela, etc..)
    Diversas vezes até sugeri que o GRÊMIO arrendasse o campo da PUC para este gauvarzea
    Se o inter ganhar segue a bolha de 2016 e vão achar que está tudo certo, indo pra SEGUNDONA em 2019.

  • Ultron

    Eu vi dois Grêmios em campo, um do meio para a frente (que colocou a bola no chão e fez três gols que poderiam ter liquidado a partida), o outro era o Grêmio do meio para trás (perdido quando a bola vinha do alto e que jogou no lixo uma partida que tinha tudo para ser tranquila). Por isso, tenho para mim que os ajustes precisam ser feitos é ali na parte de trás.

    Sobre o título, eu nem considero relevante ganhar esse ruralito, deixo para os morangos ou algum time do interior levantarem esse troféu de plástico.

  • João Batista Silveira

    Ilgo, todo Gremista quer ganhar tudo, sempre! Entretanto, vamos aos fatos: a) Bolaños quebrado em um Gre-nal, sem nem advertência para o jogador causador, e, depois, uma campanha publicitária onde o mesmo era o exemplo, em foto de página inteira de um jornal vermelho conhecido por essas bandas; b) Bolaños, recuperado e voltando aos poucos, alvo de manifestação difamatória, que causou a perda de um único patrocinador do programa que se transformou em uma ladainha dos começos de tarde, enquanto não conseguiram que fosse embora, não sossegaram; c) arbitragens que tem que dar explicações ao presidente da federação, e não ao diretor de arbitragem, quando apitam algo contra o time eleito como o melhor/maior/incomensurável dos pampas, e, talvez por aí se explique, por quê usam pesos e medidas diferentes para apitar em lances iguais, dependendo do escudo contra o qual ocorrem; d) lance na área do Caxias a favor do Grêmio, foi sem intenção; lance na área do Grêmio, certo especialista/comentador de arbitragem conseguiu ver que “a bola escorreu pelo braço” do jogador, sendo que o replay mostra que ele cabeceou e a bola talvez tenha batido, não se tem nitidez, se no peito, no ombro, logo, pênalti. Coincidentemente, se marcado pênalti para o Grêmio, sepultaria de vez o jogo, e, com o pênalti marcado para o Caxias, empatou-se o jogo; e) lance bandido do jogador do Caxias, falta para amarelo sem apelação, mas, como o mesmo já tinha amarelo, seria o segundo e a expulsão, o juiz “administrou” o lance. Engraçado que, em um lamaçal brabo no meio de semana em Ijuí, o juiz não quis “administrar o jogo” quando o Paulo Miranda derrapou/escorregou e fez a falta – levou logo o segundo amarelo e o vermelho, Grêmio com dez, São Luiz na pressão, empate no final; f) todo ano tem sido a mesma coisa: em jogos do Grêmio, há licença para bater à vontade, e, aos 40′ do segundo tempo, surge um cartão amarelo, afinal, temos que controlar a violência. Já nos jogos dos outros, cartões desde o início, para mostrar quem manda, e pênaltis a rodo (exceto contra, esses há uma regra diferenciada, com aval dos especialistas/comentadores de arbitragem); g) finalizando, Renato é, como se sabe e já ficou provado em diversas situações, recuperador de jogadores; agora, temos, a partir desse último final de semana, um “recuperador de times”, algo bem mais grandioso que o feito de Renato, e, adivinhe de que lado seria? “Cuesta, o recuperador de times”, segundo manchete daquele panfleto vermelho, no sábado último.
    Ilgo, vale à pena insistir em querer ganhar um campeonato com essas características? Vale à pena, quebrar um jogador importante, e dar adeus às demais pretensões do ano, em nome de uma “hegemonia” caseira? De minha parte, time C está de bom tamanho para disputar esse torneio, apenas tendo como condição juntar o número de pontos mínimo para ficar na primeira divisão; fechou a conta, o resto é lucro.
    E vamos nos preparar para o que interessa, e esse ano temos muito: Recopa, Copa do Brasil, Libertadores, Brasileirão. Abs.

    • Márcio Tubarão (PDF FIFA)

      Pensamos parecido, amigo.

    • Ultron

      Acertou em cheio. Por mim deixe os morangos de donos do quintal, temos é que mirar mesmo é em terrenos maiores e mais valiosos

    • Marcos Lena

      matou a pau.

      • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

        Dá-lhe, Marcão ….. e o calor aí em Londrina, ou estás no litoral ?????

        • Marcos Lena

          Nada, estava no RS na campanha, um calor infernal. Até parecia que o capeta tinha aberto as portas das fornalhas e só no de angico pra dentro.

    • Ilgo Wink

      Concordo com tudo, mas é hora de cantar de galo também na aldeia

      • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

        Amigo, sem árbitros verdadeiramente ”isentos”, isso está quase impossível.

    • HENRIQUE MARTINS

      Aquele PED é o comandante desta corja.
      Achincalhando tudo sobre o Grêmio.
      Deveria ser processado por aquele vídeo em que literalmente faz bullyng com o Bolãnos.
      Este PED é um câncer na mídia.
      Tá na hora de botar ele na parede.

    • William Homero Donel

      Bah! Isso que nem citou a paulada que o Kleber tomou na canela, o home já era meio lento e depois disso nunca mais firmou, e aquela falta em cima do Mario Fernandes?
      Por mim fiquemos longe desse açougue ai, todo ano tem uma.

    • GremioSempre

      bem isso.

  • Marcos Lena

    Nada Ilgo – estou torcendo para que fique em 9, so pra ver o escandalo na RBS e IVI em Geral. Enquanto isso estaremos jogando pela America, turbinando para o Brasileiro e aguardando o Copa do Brasil. Pra mim anunciem publicamente que não queremos mais jogar esse campeonato viciado, sacaneado, preparado, corrupto, e por ai vai.

    • Ilgo Wink

      O Grêmio deveria ter rompido de vez com a FGF e aí jogar sempre com um time reserva o Gauchão.
      Mas não fez isso. Então que jogue pelo título

  • Daniel Scherer

    Sobre o jogo: a derrota passou pela arbitragem e principalmente pela inexperiência e imaturidade do time C do Grêmio. Não gostei do treinador jogar a culpa na gurizada, ele não podia ter dito isso na entrevista, isso é assunto de dentro do vestiário.Mas ele é inexperiente também. Vou relevar. Assim como relevo o time com um todo. Agora o Grassi pelo menos no quarto gol foi uma piada, caiu com a bola dentro do gol, inadimissivel. O juiz é aquele velho esquema a favor do Grêmio ter que ser muito claro, contra o Grêmio basta “parecer que foi algo irregular”. Falo do penalti, que houve lance igual no inicio do jogo a favor do Grêmio e ele não deu. Fora os pontapés e a demora em mostrar cartão para os jogadores do Caxias. Mas isso já faz parte deste campeonato mequetrefe e sem nenhuma consequencia.
    Madson não fez um bom jogo, mas é cedo demais. A zaga foi calamitosa, mas são dois guris de 17 e 18 anos, legal crucificar eles agora. Do meio para a frente gostei do que vi, só o Lima me parece meio “mascarado”, todo o lance ele quer dar uma “enfeitada”. Se ve que ele tem bola no corpo, mas tem que deixar de ser “peladeiro”.

    Pior do que o resultado é ver a torcida queimar a gurizada, vão na onda da imprensa.
    Sobre obrigação e questão de honra, para mim seria questão de honra devolver o dinheiro da RBS e mandar o Noveletto e os demais para a PQP, jogar esse campeonato com o time sub20 o tempo todo, incluindo o grenal. Sei que isso é impossível que tem uam série de outras questões envolvidas. Então, que continuem colocando esses guris para jogar e eventualmente coloquem os titulares. Só não venham chorar depois que quebrarem um Luan ou um Arthur em um potreiro desses do interior.
    De minha parte, não estou nem aí, nem precisa se classificar. Mas sei que a maioria não pensa desta forma. Paciência.

    • Heraldo

      A maioria quer o Grêmio em 9°

  • Francisco Lanferdini Serafini

    Lamentável ler algo assim.

    Pra mim poderia acabar agora a primeira fase. Grêmio salvo do rebaixamento por um ponto, crise instaurada pela IVI, enquanto Inter atropelando contra os times pequenos, chegando cheio de arrogância pro Brasileirão.
    No fim do ano, Grêmio, devido ao tempo de preparação por estar fora do mata-mata do ruralito (semelhante ao ano passado), acaba o ano com um ou mais títulos de expressão nacional e/ou internacional, enquanto o Inter campeão gaúcho (para felicidade colorada e tristeza de gremistas loucos) e décimo segundo no Brasileirão.

    Não há honra em ganhar Gauchão. Gauchão nem título é. É só uma porcaria que ocupa três meses do calendário do futebol brasileiro. É algo que ilude torcedor e time. É algo que tem que ser almejado pelo Veranopolis ou pelo Gaúcho de Passo Fundo. É até feio (na verdade, é muito legal, pelo efeito que causa na torcida e no time) ver o Inter comemorando essa bosta, pela grandeza do clube, imagina o Grêmio, que é muito maior.

    • Eder

      Questão de honra deveria ser preservar os titulares de disputar esse torneio sujo, permitindo que eles tenham gás para disputar todas as competições importantes no decorrer do ano.

    • Ilgo Wink

      Por mim, o Gauchão poderia ser extinto. Sem problema.
      Mas como ele existe e faz parte da nossa cultura e da minha história como torcedor (e de muitos), quero vencer, atropelando tudo e todos

      • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

        Eu também quero, Ilgo, mas com árbitros de fora do RS para ”ao menos” equilibrar as coisas, pois todos os anos jogar contra 12 e até 13, não dá.

      • Ultron

        Faz parte da cultura do Estado, porém, como os tempos mudam, já está na hora de dar uma banana para esse campeonato viciado e engana trouxa.

    • Heraldo

      Roubalito é igual a muié feia em final de baile, tu até pega mas comemorar.kkkl

    • Fabio Scheffer

      O titulo do 1º semestre é a Recopa e o foco e nas fases de grupo da Libertadores.
      É nesse contexto que Grohe, Geromel, Kannemann, Maicon, Arthur, Luan e outros jogadores do time principal devem serem inseridos.
      Mas se o Grêmio se dispõe a disputar Gauchão por sua grandeza (do clube não da competição) tem que entrar pra vencer sim.
      Como escrevi em outro post, talvez não agora, mas no decorrer do campeonato é só o clube acrescentar um pouco de experiencia no campo, e tb na casamata como o Ilgo falou, e a gente papa mais um titulo que se não dá festa na Goethe, pelo menos dá pra zoar o co-irmão de não conquistar nem mesmo uma competição onde a arbitragem e a FGF sempre os favorecem.

      • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

        Fabio, está evidente neste momento que tivemos problemas na defesa deste time ”C” e na casamata, pois acho o treinador muito fraco, e também prevejo melhoras com a volta do Paulo Miranda, porém vejo que Bruno Grassi é muito esforçado profissionalmente, mas está abaixo do Léo.

      • Francisco Lanferdini Serafini

        Entendo, mas não concordo.

        1. O Grêmio errará se dispor-se a disputar o Gauchão. Isso não deve acontecer. No primeiro semestre tem, além de Recopa e fase de grupos da Libertadores, o início do Brasileirão e da Copa do Brasil. Grêmio tem que usar o tempo do Gauchão para trabalhar, como fez ano passado quando foi eliminado pelo Novo Hamburgo. Nada de querer ganhar Gauchão. É errado pensar em título e em disputar de Gauchão. Muito errado. Arbitragem tendenciosa, histórico de lesões, imprensa supervalorizando um título de merda, federação que só puxa pra um lado, tempo desperdiçado de treinamento para o resto da temporada. Sem contar que esse ano, tem Copa do Mundo e o calendário fica ainda mais bagunçado e corrido.

        2. Ouvir colorado zoar porque ganhou Gauchão é digno de pena (não é não). Não me importo em vê-los ganhar Gauchão, ver D’Ale dando letrinha, Sasha dançando com bandeira do escanteio. No fim do ano, com a preparação bem feita no primeiro semestre, há muitas chances de se ouvir Sasha Cuzão novamente. É isso que vale. Sem contar que o Inter, por ganhar Gauchão, já entra no Brasileirão achando que o vai vencer e sempre faz fiasco. Que o Gauchão fique no lado vermelho da força.

        • Rodrigo Mello

          O Grêmio como instituição é obrigado a disputar a competição gostando ou não.

          • Francisco Lanferdini Serafini

            Quando digo “disputar”, quero dizer levar a sério, entrar para ganhar, querer comemorar esse título escroto (que outrora pode ter sido motivo de orgulho, mas hoje não é mais). É Gauchão, tchê. Tem que fazer campanha pra ficar em nono.

  • Deny Camargo

    O Grêmio nas fases decisivas do Gauchão vai usar o time titular é ali que o campeonato começa mesmo.

    O que importa pra mim são 2 coisas: a primeira é que o Bruno Grassi prova que não tem condições de jogar no Grêmio. Em cada 10 jogos que ele joga falha em 8. Só serve para barrar a observação de algum guri da base que poderia estar sendo testado…

    A segunda é que o Grêmio tem uns 3 ou 4 jogadores promissores do meio pra frente. Isso em grande parte é fruto dessa filosofia de futebol de jogar pra frente e de atacar tanto em casa como fora. Lembro que na época que o Grêmio jogava acadelado fora de casa por um pontinho só conseguia formar defensores…

    Esses guris é que vão manter os nossos cofres cheios e o time sempre na disputa pelos grandes títulos. Espero que as futuras direções que assumam mantenham essa política que junto com a manutenção do elenco de um ano para outro e com o teto salarial possibilitaram que o clube saltasse de patamar. Meu maior medo é que após a gestão Romildo assuma um pavão que contrate jogadores só pelo nome endividando o clube como faz o Cruzeiro e Palmeiras jogando pela janela tudo o que foi feito e conquistado a duras penas.

    • Ilgo Wink

      Deny, acho que não há mais espaço pra dirigente pavão. Mas…

  • th_albornoz

    Ilgo, eu quero ganhar o Gauchão… mas com a artilharia novelletiana e esses juízes mal intencionados vai ser uma tarefa hercúlea. E quero ganhar com esse time mesmo, não quero arriscar quebrar meio time titular com os cavalos colorados e interioranos.

    • Ilgo Wink

      Registro agora, eu não tinha visto: pênalti do Caxias quando um zagueiro, acho que o autor dos dois gols, tocou na bola com as duas mãos após um cabeceio. O juiz ignorou.
      Realmente, pra vencer um time com 12 é mais difícil mesmo

      • th_albornoz

        Um Gauchão que eu me lembro com um carinho todo especial é o de 1995, que ganhamos com o time reserva e os colorados reclamando que tínhamos titulares demais na final (5).

  • Lucio

    O Grêmio só não larga de mão o Noveletão por que precisa dos $12 milhões que recebe da rbs, no mais tô cagando em andando para esse campeonato, deixa o Inter ganhar e manter o maionese para o segundo semestre, só para ver o estouro.

    • THE GUNSLINGER

      Aí desanda a maionese em pelo Brasileiro, ao estilo Argélico. O resto da história já conhecemos.

    • Deny Camargo

      Pior que eu assisti aos jogos dos vermelhos e o sistema defensivo é pior que o de 2016. Escaparam de levar vários gols. Contra times de série A não se sustenta. O ideal é o Grêmio ser campeão, mas ganhando por um placar mínimo para que eles não contratem e mantenham essa “base” da B.

      Já to até vendo os discursos da IVI “inter em menos de 6 meses de volta da B encarou o Grêmio campeão da Libertadores perdendo por detalhe”. Quero é que continuem na bolha.

  • FERNANDO

    O Ruralito do Novelhaco só serve para uma coisa: laboratório de testes e aprimoramento dos jogadores das categorias de base do Grêmio. É da base que vamos levantar a bateia e tirarmos diamantes e ouro brutos que precisam apenas serem lapidados para entrar no time principal e deixar os cofres Tricolores abarrotado de dinheiro, quando forem vendidos após mais títulos que o Grêmio irá conquistar. Não me importo que o Binter vença o Ruralito desde que o Grêmio vença ou empate o Gre-Nal do REMENDÃO da fase classificatória. Estamos invictos em clássico desde 2015.

    • Márcio Tubarão (PDF FIFA)

      Não, amigo Fernando. Ele também possui as seguintes utilidades:
      a) mandar os jogadores do grêmio para o departamento médico;
      b) tumultuar o calendário em meio a competições importantes;
      c) iludir a torcida da equipe que ganha esta competição; e,
      d) dar um título ao Inter.

  • nelsongz

    Do meio para frente todos acham, inclusive eu, que tem jogadores de muito futuro. O Lima só precisa ser menos fominha. Jogaram muito no primeiro tempo.

    A defesa está sendo crucificada. Concordo que falhou, em relação à bola aérea. Lembrou a defesa do time do Roger. Mas, com a bola no chão foram bem. A dupla de zaga é alta, com treinamento corrige esse defeito. Até pela pouca idade, não dá para queimar os guris.

    De negativo, além da bola aérea defensiva, o goleiro Bruno Grassi. O quarto gol foi uma aula de como um goleiro não deve agir.

    • Ilgo Wink

      O Bruno parece que joga com uma nuvenzinha escura sobre a cabeça

      • Lucio

        Ele é ruim mesmo, nada de nuvem, é ruindade , respeito o profissional, mas tá tirando o lugar do Léo, a direção deveria emprestar o Bruno para algum time ou rescindir o contrato dele, se ficar por aqui periga jogar

      • Heraldo

        Grassi é colorido

  • Dilamar Costenaro

    Coloquem o sub-12 jogar esse campeonato mequetrefe, esse ruralito já tem campeão, é o Binter, a arbitragem vai roubar como nunca pra eles pelos menos terem um título esse ano na volta da serie B. Foco total do LA18 e no BR.

  • siquibee

    Desculpe, mas o Grassi não falhou escandalosamente no quarto gol deles? E o último, apesar da falha da zaga, não era uma bola defensável? Não dá pra colocar todo time de transição de uma só vez. É pra ir colocando um ou dois com o time principal. Já vimos no ano passado que não dá certo, o time não suporta pressão, mesmo depois de estar ganhando com relativa folga. Lembram dos jogos contra o Sport e contra o Galo? Acho que o Jean Pierre já pode pegar a vaga do Ramiro.

    • Heraldo

      Do ano passado só lembro do tri campeonato da Libertadores e do título do América mineiro na segundona

  • Heraldo

    Não li os comentários e escreverei duas constatações.
    1-não quero a participação do Grêmio no roubalito,e serei fanaticamente torcedor comemorando o campeonato se ocorrer,mas estas derrotas no roubalito surge uma risada hipócrita no canto dos meus lábios.
    2- depois que o corno do 001 foi demitido a relação amorosa com o Lacerda esmoreceu,agora o grande amor e tesão do maior azul fascinado pelo vermelho é o potter.kkklk só por deus.kkkkkkk

  • Gustavo Medeiros

    Não, obrigado.

    Já vimos que existem dois pesos e duas medidas quanto a penalidades/faltas.

    O pau comeu solto, o Nicolas, do Caxias, deveria ter sido expulso no segundo tempo, por uma entrada criminosa, e o juiz resolveu ganhar pontos com o patrão, deixando passar.

    Noveletão é para testar jogadores, dar ritmo para o time principal e achar jogadores que podem fazer parte da campanha do resto do ano.

    Qualquer outra coisa, é pedir para ter jogador machucado e irritar a torcida vendo as enormes discrepâncias a respeito da aplicação das regras por parte dos juízes.

    Nós gremistas devemos ser mais fortes e não cair na ladainha da IVI.

  • Serrano

    Poucas vezes eu discordei tanto de algo que tu tenha escrito, Ilgo. Respeitosamente, mas discordo.

    Com apenas duas rodadas, já deu pra ver que nem as moscas mudaram nessa nossa Província de São Pedro. Começa com uma providencial e estratégica expulsão – vão me dizer que aquilo era falta pra amarelo? Num campo escorregadio daqueles, não seria um atenuante? O São Luís de Ijuí não fez pior o jogo todo? E “punindo” justamente o mais experiente defensor do Grêmio? E me tirem uma dúvida aí, em qual setor saiu o gol de empate mesmo?

    Aí segue pro jogo dos pênaltis: se foi infração na área do Grêmio, como é que o cidadão não viu a defesa de Handebol na área do Caxias? Sério, como? Ou dá os dois ou não dá nenhum. E uma coisa que pouca gente comenta: os dois primeiros gols do Caxias saíram de duas faltas inexistentes. Sem contar que deram pontapés à vontade. Fazem isso com o time titular, não vão fazer com guris da base? E notem uma coisa: a entrada criminosa, a qual, essa sim, merecia um vermelhinho direto, foi justamente em… Mendonça, zagueiro de desempenho bastante aceitável no primeiro jogo e que parece ter potencial. Mas deve ser paranóia minha.

    Se quer saber, caro Ilgo, eu também gostaria de ganhar o Gauchão. Afinal, o raciocínio esta correto: o Grêmio está na competição, certo? E o objetivo de competir é ganhar, confere? E ganhar é melhor que não ganhar, creio eu.

    Mas pra isso o Gauchão teria que ser uma competição minimamente honrada. Coisa que não é. Eu costumava pensar que lidamos com mafiosos, mas a Máfia, ao menos no imaginário criado pelos filmes, segue um código de conduta e tem, ao menos, um pouco de vergonha na cara. E essa gente não tem nenhuma.

  • Nilton Oliveira

    Discordo totalmente da postagem. O que o Grêmio deve fazer é acelerar ao máximo o processo de desmoralização do campeonato gaúcho, escancarar de vez que não liga mais para essa competição ridícula de cartas marcadas. Há muitos anos que os mandatários vermelhos da fgf fazem questão de sucatear os clubes do interior e a competição como um todo em detrimento do clube do aterro sanitário. Não são gestões que pensam no futebol gaúcho (que a cada ano piora). Vemos times de Santa Catarina e Paraná nas séries A e B com muita frequência, enquanto os do nosso estado são meros figurantes em divisões inferiores e raramente tem algum destaque.

    Além de não valer mais nada, a disputa estadual serve para atrapalhar o planejamento de início de ano do Grêmio e aumentar a bolha megalômana da direção e torcida do internacional, tendo em vista que eles, todos os anos sem nenhuma exceção, são beneficiados por essa federação nojenta que é um reflexo quase que perfeito do que é o futebol brasileiro. Que o nosso clube seja inteligente e continue dando o devido tratamento que a competição merece.
    Por sinal, li no twitter a seguinte postagem feita por um perfil tricolor, e que pra mim é sensacional:
    “Por mim jogaríamos com time de sócios sorteados em cada jogo. Motivo pra atrair mais sócios e desprestigiar essa merda de gauchão”

  • Ilgo Wink

    Consegui forte rejeição à minha afirmação de que vencer o Gauchão é questão de honra.
    Reafirmo: se a direção do Grêmio, que é quem nos representa, decidiu levar a sério, então que mergulhe fundo para buscar o título.
    Agora, eu preferia, e escrevi antes do Gauchão do ano passado e nos anteriores, que o Grêmio simplesmente abrisse mão desse campeonato de cartas marcadas, que rompesse relação com o sr noveletto.
    A direção não fez isso.
    Então, que faça de tudo para recuperar a hegemonia regional, contra tudo e contra todos.
    A começar por escalar Renato de treinador já contra o Avenida.
    Ou Renato também corre o risco de ficar lesionado e desfalcar o time até o fim do ano?

    • Rezende

      Este assunto desperta fortes emoções, mas o problema é sempre a radicalização.
      Tanto para os que acham que se deve ignorar/rejeitar o Gauchão…
      Como para os que o vêem como uma questão prioritária/honra…

      Até entendo que não usaste o termo Honra plenamente uma vez que, se te entendi direito, passa a ser uma questão de honra uma vez que a direção decidiu jogar o campeonato para ganhá-lo.

      Para mim não é uma coisa nem outra.

      O Grêmio vai disputá-lo porque é uma obrigação esportiva por estar filiado a FGF e SÓ ATRAVÉS dela estar igualmente afiliado a CBF, CONMEBOL e FIFA.

      Para disputarmos os “campeonatos importantes” temos que “estar quites” com as obrigações estaduais e isso quer dizer APENAS manter-se na primeira divisão gaúcha e disputar este campeonato viciado como menos prioritário que a Recopa-Sul Americana e a Libertadores 2018.
      SE ainda houvesse, o Ruralito só seria ser considerado prioritário à Primeira Liga…

      Disputá-lo séria e profissionalmente é a obrigação de ser e usar o MANTO TRICOLOR (SEMPRE) e SE (e somente SE) a incompetência COLORADA e principalmente a da FGF permitir que o Grêmio chegue a final e ganhe, que seja…

      Mas poupar jogadores na Recopa ou como no ano passado time misto para QUALQUER jogo da LIBERTADORES por causa de semi ou final do Gauchón, NUNCA MAIS !!!

      Como o Ramiro foi punido com 2 jogos por aquela expulsão ridícula contra o Lanús (e a CONMEBOL dá o troco na pressão da final do Grêmio, agora favorecendo outro clube argentino) o Ramiro poderia ser incorporado ao grupo da “Gauchampions League” já que está fora mesmo dos dois jogos da Recopa Sul-Americana…

      • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

        Rezende, de acordo contigo quanto as ”obrigações” de um filiado da FGF que precisa cumprir todos os compromissos ”do contrato”, pois tem dinheiro envolvido para isso, e ainda acho que ”SE” (e somente ”SE”) as arbitragens fossem todas de fora do estado, tínhamos chances de títulos em todas as disputas, pois ”isso” (arbitragens locais) aqui no RS já é um fato consumado a décadas.

        Já no caso da punição de Ramiro, impossível incorpora-lo pro Gaúcho com apenas 6 dias após as férias e da reapresentação do grupo principal que foi dia 18/01, pois boa parte do grupo de transição já havia iniciado a pré-temporada dia 22/12/2017 visando o início da competição dia 17/01.

        • Rezende

          Não digo que o Ramiro entre agora nesta rodada, mas logo assim que ele esteja apto fisicamente para disputar este charque do Ruralito. Antes do grupo titular…
          Azar do Ramiro, ele vai dar chance para titularidade do Cícero ou do Arthur na vaga dele na Recopa… O Maicon tá de volta e tem o Michel de volantes…
          E arbitragem de fora do RS no Gauchón com o 9letto de presidente da FGF é sonho de uma noite de verão, literalmente…
          Como diria o Padre Quevedo “ISTCHO NON ECXISTE !!!”

    • João Batista Silveira

      Ilgo, o Renato não corre o risco de ficar lesionado e desfalcar o time, porém, corre o risco de se queimar. Explico: de que vale ele ficar na casamata, se não treinará o time para o jogo, se não o escalará? Ou, por acaso, defendes que o Renato deixe de treinar e preparar o time titular para o que interessa, e passe a gastar seu tempo treinando o time de transição, para ficar na casamata no ruralito?
      Considerando que ele não irá treinar os guris durante a semana, de que vale ficar na beira do campo? Perdendo os jogos com o time de transição, virá uma avalanche da IVI para cima dele, fazendo uma pressão irracional e desestabilizando o trabalho; isso é dar o combustível que a IVI quer e não tem, para bater.
      Desculpe, mas não há como concordar com a idéia do Renato na casamata desse time de transição. Ele orientando o treinador, sim; na beira do campo, não. Abs.

  • siquibee

    Quanto será que o Pedro Ernesto está ganhando para colocar o Henrique Dourado no Grêmio? Todo dia tem uma publicação dele lembrando que esse centroavante meia boca está no mercado. Se é pra contratar essa naba, então que fiquemos só com Jael mesmo.

    • FERNANDO

      Pedro Salmão Legado vive falando mal do Grêmio e elogiando tudo o que acontece no Binter. Deve estar recebendo contêineres de salmão, juntamente com seus coleguinhas “isentos” e “imparSCIais” da imprensa
      esportiva aqui da aldeia.

      • Márcio Tubarão (PDF FIFA)

        O Pedro Legado é amigo próximo do Con$elheiro I$ento, aquele que é o atual pR$esidente da FGF. Isso explica, inclusiva, a saída do Cacalo do Sala.
        Não que a participação dele fosse um grande expoente. Mas era o único que batia de frente com a i$senção seletiva que perdura naquele show de anedotas.

    • THE GUNSLINGER

      Esse gordo é muito escroto.

    • Alexandre

      E não é só o Pedro Ernesto, o que a IVI tem tentado colocar centroavantes ruins no Grêmio é uma barbaridade. Dourado, Gigliotti, Adriano Imperador e outras figurinhas que não tem a mínima condição.

      Espero que a direção fique esperta e não caia nesse papo furado.

  • Fabio Scheffer

    Nesse primeiro momento não tem como, mas eu quero ver um time mais forte e experiente no gauchão a partir pós disputa da Recopa.

    Aquela história, time titular jogando de vez enquando na Arena pra ir pegando ritmo e nos jogos no interior ou muito próximo a Libertadores um time reserva com os garotos mais promissores e nomes como P.Victor, Bressan, M.Oliveira, Michel ou Jailson, Cicero (se esse não acabar titular) e Jael.

    Gauchão não é prioridade, mas não dá pra ficar tomando goleadas pq é o nome da instituição Grêmio que tá no meio, então um pouco mais de experiencia, principalmente na defesa, vai fazer vem até para os jovens terem tranquilidade e evoluirem.

  • Tiozaum

    Discordo, mas respeito.
    Futebol é tão subjetivo quanto a política, por exemplo.
    Existe confronto, meio-confronto e até 1/16 avos de confronto. Kkkk

    Para voltar a vencer o Ruralito, só pedalando o Novarzealetto.
    Ele não vai sair, tem muito apoio da RBZlote$ que paga os pilas.
    Grêmio está agindo da melhor forma, botando a gurizada pra aprimorar.
    Mirando os titulares no que realmente importa: Recopa, CB, Petrolao, LA e Mundial.
    Cumpre tabela sem prejuízos maiores.
    Chegando em 9º pra enrabar a casta financeiramente já está mais do que bom.
    A única “vantagem” de lutar pelo título é rir de colorado por umas horas após.
    Deixa eles ganharem (verbo correto, pois só o Grêmio VENCE/CONQUISTA).
    Mantém eles na velha bolha para rirmos por mais tempo.

  • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

    Para o 1º jogo da Recopa, sem ”rejeições”:

    Marcelo Grohe, Léo Moura, Geromel, Kannemann e Cortez.
    Jailson, Maicon, Arthur (Michel), Cícero, Luan e Éverton.

    • Márcio Tubarão (PDF FIFA)

      Bom time. Penso que, nesta formação, faremos um bom enfrentamento.

  • Alexandre

    Eu jogaria apenas os mata-mata com os titulares e, dependendo do calendário, o Grenal da 1ª fase.
    É o mesmo raciocínio que usei para defender a (extinta?) Primeira Liga. Já que a competição existe e estamos disputando, vamos tentar ganhar. Agora, fazer Copa do Mundo e priorizar essas competições inferiores acho absurdo.

  • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

    SEGUE O BOMBARDEIO DE AIPINS

    E segue o bombardeio da IVI dando barrigadas nas contratações de atacantes no Grêmio e o maior babaca de todos continua sendo Pedro Ernesto da RBS que já é ”ALVO” de estudos na USP & UNICAMP. Vejam:

    ”É impressionante como eu me encanto com o que eu mesmo falo ou escrevo, como eu entendo quando eu mesmo explico, pois tem gente que condena, as pessoas consideram isso arrogância, mas parem pra pensar, se você vai ter que conviver com você mesmo até o fim, se você terá que se aguentar até o fim, sendo expectador de si mesmo até o fim, é bem melhor que se encante com o que faz, com o que diz, com o que escreve, pois no teu caso em ser um idiota ao extremo, não há outra saída”. (Professor de Ética Dr. Clóvis de Barros Filho)

    Oremos ….. que fase ….. que gangorra ….. !!!!!

  • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

    ======================
    BRASIL 3 X 0 LULA
    ======================