Agora não tem como jogar pelo ‘pontinho fora’

Sempre é possível extrair algo de positivo nas adversidades.

Vejamos o caso do Grêmio, que perdeu em casa o primeiro jogo do mata-mata com o Rosário Central, com direito a um vareio de bola, como se dizia nos meus tempos de guri em Lajeado.

A derrota por 1 a 0 aliada à superioridade técnica, tática e física do adversário em plena Arena é perturbadora, inquietante e até assustadora, num primeiro momento.

Afinal, terá o Grêmio condições de reverter essa tendência forte de eliminação da Libertadores, sonho maior de todos os gremista neste 2016, depois do que se viu na quarta-feira?

Bem, o Grêmio medroso, assustado e resignado do primeiro jogo não ganha de ninguém.

Já o Grêmio agressivo, corajoso, aplicado e compenetrado que vimos em muitos jogos desde a posse de Roger Machado – como aqueles 5 a 0 no Inter -, este pode tudo. 

Ainda mais se tiver Geromel, que deve mesmo jogar.

Então, esse Grêmio que empolga tem tudo para lutar pela vaga com a dignidade que faltou na Arena.

E há uma vantagem que poucos se deram conta até agora: o Grêmio vai viajar obrigado a vencer. Este é o aspecto positivo.

Não teremos em Rosário um time acadelado.

Um time obrigado a vencer não pode, sob hipótese alguma, jogar pelo ‘pontinho fora’, porque o tal ‘pontinho fora’ tão defendido pelos retranqueiros de plantão resultará na eliminação.

O mais combativo inimigo do ‘pontinho fora’, meu amigo RW, só não solta foguetes porque ainda não se recuperou do golpe de quarta-feira.

O Grêmio não poderá jogar pensando no empate. Terá de jogar agredindo, partindo para cima. Fico imaginando como estão se sentindo aqueles que não conseguem pensar o futebol sem aquela fórmula “empate fora e vitória em casa”.

Pois bem, quem perdeu em casa precisa agora jogar pelos ‘três pontos’, ou seja, pela vitória, de preferência por um resultado que o classifique sem o pesadelo dos pênaltis.

Mas se a decisão for para os pênaltis estou tranquilo: o Grêmio tem Marcelo Grohe.

GAUCHÃO

O Inter encaminha neste domingo o hexa campeonato. Vai bater o Juventude em pleno Jaconi. Não tenho a menor dúvida disso.

O Juventude, com todo respeito, é um time de série C com elenco de série C. 

Eliminou o Grêmio, é verdade, mas em razão muito mais de problemas do adversário.

Com muita superação e uma arbitragem realmente neutra, que não beneficie o Inter, o time caxiense até pode sair dos dois jogos sem levar goleada.

Derrotado, mas com dignidade.

33
Deixe um comentário

Please Login to comment
0 Comentários
0 Respostas
1 Seguidores
 
Comentário mais recente
Comentário mais popular
0 Comentaristas
Recent comment authors
  Seguir discussão  
novos antigos
Notify of