Marinho, Alisson e a Copa que ainda não tem favorito

Terminados os jogos da primeira rodada e já avançando para a segunda, é inevitável concluir que não apareceu um favorito retumbante ao título da Copa do Mundo.

Nenhuma seleção me convenceu. Hoje, parei para assistir a Portugal e Marrocos. Realmente, Portugal é Cristiano Ronaldo e dez jogadores medianos. Portugal pariu uma vitória, com gol do CR aos 4 minutos, porque na realidade não merecia mais que um empate, e olhe lá.

Não vi a Inglaterra, mas deve ser aquela coisa de sempre, um futebol forte, vigoro e pouca criatividade. Aliás, as grandes potências estão assim, praticando um futebol de muita aplicação tática, muito preparo físico e um jogo pouco inspirado.

Os favoritos são os de sempre. Falam maravilhas da Bélgica, que tem uma geração de ouro, blá-blá-blá. As pessoas vivem buscando um novo carrossel holandês. É o mesmo que eu esperar por um Garrincha, um Pelé.

A Bélgica vai morrer na praia como sempre.

Se eu tivesse que apostar, jogaria todas as minhas fichas na Alemanha, apesar da estreia decepcionante. Meu segundo favorito é a Espanha.

O Brasil aparece em terceiro. Tem gente preocupada com o empate diante da Suíça. Olha, o Brasil foi muito superior. O problema é que não aproveitou as chances criadas.

Só não aposto mais na seleção do Tite porque não vejo na maioria dos jogadores comprometimento com a equipe, com o país, com a torcida. Aliás, é o que tem acontecido nas últimas Copas.

Outra coisa, estamos vendo seleções vencendo com uma ou duas chances de gol, jogando uma bolinha muito mais ou menos.

Aliás, a primeira rodada, onde há o confronto de grandes seleções contra as menores, engana muito, porque temos de um lado uma equipe que ataca e outra que se defende e explora contra-ataques.

Tipo Grêmio x Inter, sem direito ao VAR para marcar os três pênaltis.

Com o equilíbrio de forças nos duelos dos favoritos de sempre, a verdade de cada um aparece.

MARINHO

Grande contratação. É uma alternativa ao Éverton e ao Ramiro. Pode até acabar titular. Exímio batedor de falta.

Só ficou uma pulga atrás da orelha. Ele vem para suprir uma eventual saída do Éverton? Espero que não. Gostaria de ver um ataque com os dois nas extremas. E quem sabe o Ramiro na lateral. O melhor seria contratar um lateral-direito para disputar com Léo Moura.

IMPRENSA

É impressionante! O site clicrbs anuncia com destaque a possível contratação de Marinho. Notícia boa para a torcida gremista.

Para consolar os colorados, outra chamada, dentro do espírito da agenda positiva:

Inter terá direito a parte da venda do jogador.

Sem comentários.

ALISSON

Imprensa do centro do país, pelo menos a maior parte, critica Alisson por não ter saído para soquear a bola que ficou a menos de dois metros dele, com o suíço cabeceando no meio da pequena área, onde a bola, como se sabe desde sempre, é do goleiro.

O gol pelo jeito fez o Real Madrid desistir do ex-goleiro colorado. Com isso, cessaram as contas de quanto o Inter levaria numa eventual transação desse porte.

Se gostou, compartilhe!