O salário de Felipão e o desânimo de Abel

O que tem de gente preocupada com o salário do Felipão é impressionante.

Todos sabem que é uma remuneração elevada, como é a de todos os técnicos de ponta.

Se quiserem mesmo saber quanto ganha o Felipão é fácil. Descubram quanto ganha o Abel Braga.

No Fluminense, dizem, ele ganhava em torno de 1 milhão de reais. Há boatos de que seria até mais.

Simples. Felipão deve ganhar mais ou menos o que recebe Abel Braga.

Fora isso, o que tem de gente criticando que Felipão não vai a Salvador para o jogo contra o Vitória.

Outros cobraram que ele deveria estar em Porto Alegre treinando o time, assumindo logo o cargo de treinador.

Sobrou para o Jardine, o interino louco pra mostrar serviço.

Quer dizer, tem muita gente preocupada em encontrar alguma coisa para criticar Felipão, Koff, o Grêmio. Mais um pouco sobra para a família de quero-quero do Olímpico.

Escondam os bichinhos para que não virem ‘galinhada’.

A contratação de Felipão segue incomodando uns e outros.

Já eu estou mais preocupado com o Abel.

O que se cobrava de Enderson, e eu cobrava, vale para ABel. A diferença é que um tem currículo, o outro está começando.

O fato é que estamos ingressando em agosto, oitavo mês do ano, e o Inter hoje é um arremedo de time. Tão ou mais desorganizado que o Grêmio de Enderson.

Mas quase não se ouve ou se lê críticas a Abel.

Contudo, minha preocupação com Abel é o seu estado de ânimo. Ele está abatido, parece cansado.

Cansado de ganhar dinheiro, de treinar, dos problemas que existem no vestiário colorado e que não são devidamente explorados pela imprensa.

Não assisti ao jogo do Inter contra o Ceará, aliás, um vexame. Perder para o Ceará no mata-mata, dentro de casa, é vergonhoso.

Mas ouvi gente dizendo que até é bom porque daí dá para se dedicar à conquista da sul-americana.

O microfone e o papel aceitam tudo.

Vai conquistar o quê com esse time e com esse treinador desanimado?

Mas falava sobre o Abel pós-jogo contra o Ceará. Vi na TV. Era um abatimento só. Tenho certeza de que não era apenas em função do resultado desastroso, que muitos hoje tentaram amenizar.

Mas um abatimento sem indignação, era um Abel conformado, que admitiu que ficaria satisfeito se o jogo terminasse logo que o Inter empatou de tanto que temia levar outro gol. E o outro gol aconteceu.

Abel nunca foi disso. Sempre foi de erguer a voz e debater, questionar, protestar.

Certa vez até atacou um comentarista esportivo num bate-boca no ar. Coisa feia, baixou o nível.

Abel parece sem forças e sem vontade.

Pelo menos é isso que me passa.

É meio caminho andado para pedir as contas ou ser demitido.

Na hipótese de que Abel Braga venha a sair, vou cerrar fileira com aqueles que defendiam a contratação de Celso Roth ou Lisca para o lugar de Enderson no Grêmio, conforme lembra o cornetadorw.blogspot.com.

Estou junto: Roth ou Lisca no Inter.

Pimenta nos olhos dos outros…

221
Deixe um comentário

Please Login to comment
0 Comentários
0 Respostas
0 Seguidores
 
Comentário mais recente
Comentário mais popular
0 Comentaristas
Recent comment authors
  Seguir discussão  
novos antigos mais votados
Notify of