O momento de perder

O Grêmio mais ou menos repetiu o que vem jogando. A diferença é que agora perdeu. A verdade é que o time de Luxemburgo estava vencendo sem convencer, e isso significa que a derrota pode vir a qualquer momento e contra qualquer adversário, mesmo contra um time fraquinho como esse do Pelotas.

O lado positivo é que a derrota aconteceu num momento em que vencer ou perder não muda muita coisa.

Portanto, realmente não me importo com esse resultado negativo. Ainda mais nessa competição que pra mim, em função de onze anos sem título nacional,  não passa de laboratório de testes.

O ruim é que estamos entrando no quarto mês do ano e o Grêmio continua sem um time titular, sem um time convincente, sem um time que levante o astral do torcedor e que permita sonhar com a Copa do Brasil.

Continua faltando um grande zagueiro, alguém inquestionável, que imponha respeito até quando o serviço de alto falante do estádio anunciar seu nome.

E isso me faz lembrar, com muita tristeza, no maior de todos: Airton Ferreira da Silva. Airton nunca foi apenas Airton. Sempre foi um zagueiro com nome e sobrenome como deve ser um zagueiro de verdade: Airton Ferreira da Silva. Ele está doente, muito doente. Pena. Eu só o vi jogar uma vez ao vivo, foi contra o Lajeadense, no estádio Florestal. Eu tinha uns dez anos. Tirei uma foto ao lado dele. A foto foi publicada na Folha Esportiva. É uma lembrança que tenho dele nesse momento difícil.

Mas voltando à dura realidade do futebol atual: falta um volante que bata quando tem que bater e que jogue quando tem que jogar. Nem precisa jogar tanto assim, basta ficar na frente da zaga e cobrir os laterais.

Falta um articulador de qualidade, criativo, talentoso, que mostre ao Marquinhos, ao Marco Antônio e todos os demais como se mete uma bola numa área povoada de adversários.

Sem esses três jogadores o Grêmio não irá a lugar algum, nem à final desse segundo turno do Gauchão.

Contra o Pelotas, o Grêmio levou o gol aos 2 minutos, quando a zaga ainda está sonolenta, talvez distraída. Ninguém pode ser responsabilizado por esse gol, nem o Victor que alguns amigos querem ver pelas costas e que, cegos pela intolerância, nunca enxergam as defesas milagrosas que ele faz.

Se Victor tem que sair, quem pode ficar?

Hoje, eu vi apenas um jogador diferenciado em campo: Fernando. Depois, o Souza. Em terceiro, pelo esforço, Facundo.

No segundo tempo, Edilson se destacou. E quando Edilson se destaca é porque o nível está rasteiro demais. Hoje, entre Gabriel e Edilson, fico com o segundo para enfrentar o Ipatinga.

Este sim um jogo em que perder é um verbo que não pode ser admitido, mas que, sem dúvida, é possível de ser conjugado por esse time que não entusiasma ninguém.

FECHANDO A CONTA

A zaga ‘reserva’ do Grêmio não foi melhor nem pior que a ‘titular’. O Pelotas teve poucas chances de gol, menos do que outros times anteriormente contra a tal zaga titular.

Isso mostra que o não existe uma zaga titular de verdade. Eu penso assim.

O Grêmio teve maior volume de jogo, como costuma acontecer, mas segue com problemas no penúltimo passe, no último passe. O time jogou grande parte do tempo nas imediações e dentro da área do Pelotas. E não conseguiu fazer um golzinho sequer.

No primeiro tempo, o goleiro do Pelotas quase não trabalhou. No segundo, principalmente, no final, ele se destacou. O Pelotas cansou e o Grêmio foi pra cima no abafa.

O Beto Almeida soube armar seu time. Como sempre.

Se gostou, compartilhe!

  • David

    não acho que o Edilson seja ruim assim, num time bem montado, coisa que o Gremio nao tem a anos, ele pode render muito bem com sua velocidade. Acho que esse jogador pode jogar mais que o Nei por exemplo.

  • Ilgo

    David, eu só disse que se o Edilson, que é um jogador útil, um bom reserva, se torna destaque é porque a media da equipe é baixa. Ele e o Nei se equivalem.
    na real, até hoje não entendi pq o Edilson não ficou no Grêmio.

  • Felipe Wenzel

    A ruindade do time assusta, como um time que se diz com pretensões tem um cara como o Marquinhos numa posição absolutamente vital do time? E essas opções de banco…Meu Deus…mas um ano de sofrimento, tá dificil de ver os jogos do Grêmio.

  • Roque Fernando

    Olha, eu entendo que todos os times estão jogando a milhão contra o Grêmio, quanto ao volante mais batedor (pegador) segundo o noveletto nosso campeonato é assim, eu concordo. Alguém tipo o Dinho ou Mancuso…Acho que um time em formação como Grêmio sente mais. Não acho que o Grêmio tenha jogado pouco neste campeonato, é que as exigências são estas. se tem que tocar 5 num ou outro time menor, que se dane. Estava vendo o jogo do S Paulo, ssaiu perdendo de 2 e virou com um cara, Lucas numa jogada sensacional, individual. É o que não temos. Mas é isso, uns 2 ou 3 jogadores fecha o Grupo. Embora com todo o tipo de corneta que tem no Marco Antonio, por que ele não entrou? Acho que era mais jogo pra ele, chute de longe, querem entrar tabelando até dentro do gol.
    Mas acho que o Grêmio está razoavel.

  • Marcio

    Ilgo, não concordo com essa história de perder na hora certa. Não pode perder pra time de interior nem a pau. Acho que tem muito jogador que entra em campo de “chinelinho”, preguiçosos, sem comprometimento, enfim, lamentável nosso time.

  • juca

    Na minha opinião, o problema mais grave é a volância. Falta aquele 1º volante tradicional, que saiba que a sua função principal é a marcação. Ainda mais quando se tem dois laterais peladeros (Gabriel e Julio Cesar) que não sabem (ou não querem) marcar e zagueiros ruins/inexperientes.

    Fernando não é esse volante. É bom jogador, se diz 1º volante, mas fica a maior parte do tempo no ataque. Gilberto Silva seria o ideal para tal função, mas é utilizado na zaga.

  • moretto

    Olha ilgo o time ta mal, e olha que zaga a gente sabe que não tem faz tempo. O problema é depender só do kleber no ataque, desse jeito não vamos adiante na copa do br e gauchão certo que perde, perdeu pro pelotas hj que é um time muito fraco.
    É aquela o luxa é bom, mas milagre não faz, tem que trazer 1 zagueiro, e 1 meia de respeito, não interessa quem, tem que trazer e quem vier tem que ser como o kleber, indiscutivel, chega veste a camisa e sai jogando.
    Chega de mais 1 ano perdido, colocado fora, falam em arena e sem time que ganhe algum título nesse ano, pode parecer exagero da minha parte, mas vcs acham q com 1 time q perde pro pelotas o gremio vai ganhar alguma coisa?

  • ilgowink

    Não digo que é um ano perdido, mas um semestre já foi pro saco.

    Eu colocaria o G. Silva como volante centralizado. Aliás, já defendi isso aqui outras
    vezes, embora ache que é preciso alguém com mais pegada ali.
    Depois, Fernando e Souza.
    O quarto meia seria o Facundo B. na falta de outro. O outro seria o Alex ou o Claiton Xavier, que jogou muito com o Luxa no Palm eiras.
    Eu testaria também o Biteco como quarto homem do meio.

  • Nivo

    O grêmio precisa contratar um meia, Se tá difícil trazer um grande nome, traz QUALQUER UM, acho que podia trazer um velho tipo o paulo baier ou o roger flores pra ir quebrando o galho enquanto o grande nome não chega.

  • Francisco Coelho

    Ilgo; não creio que um volante pegador consiga segurar 2 jogadores com velocidade enquanto a zaga tirar bola com a canela e o goleiro sair mal nas bolas.

    Sem um bom zagueiro pelo alto e um bom no chão com um goleiro que pegue até pensamento não teremos um sistema defensivo eficiente. Sinto falta de uma garra Charrua nesta defesa.

    Não são necessários uns zagueiros toscos e sem recursos mas sim que saibam o que fazer com a redonda. Para meu gosto a BASE é o celeiro para bons zagueiros.

  • David

    Mithyue reserva no no horrendo Juventude, Gerson que nunca foi grande coisa na base nao joga no Oeste, Pessali nao sei como esta no Barueri… Essa é a nossa base

  • Francisco Coelho

    O Davi deve estar com febre. Gerson sempre foi o capitão das seleções de base. Sua altura é o problema pois os treinadores querem postes. Gerson tem a altura do Chicão. O Lucas Leiva saiu de onde assim como o Traira RG, Anderson, Douglas Costa, Polga, Roger, Emerson.
    ..

  • David

    Eu me refiro a base atual, Francisco, e o Gerson é mesmo bom jogador mas não um fora de série como se pensa, a questão de ser capitão se deve a personalidade de liderança que o garoto tem.
    Eu entendo que tu acha que se damos oportunidade a atletas como Grolli e Pablo poderiamos dar também ao Gerson, mas tres ou quatro atuações ruins e a torcida iria trocidar o menino podendo comprometer em definitivo a carreira dele, se o jogador nao está preparado não adianta forçar é melhor continuar na base para concluir a formação ou emprestar para um clube com pressão menor
    O Gremio esta formando muito mal os jogadores que tem mesmo potencial e isso se deve provavelmente a mania de usar o clube, neste caso a base, como cabide empregos para compadres.
    Esse é o maior problema da base dos clubes brasileiros.

  • Francisco Coelho

    Agora concordamos David. Sem um meio campo eficiente que não temos a muito tempo vamos continuar sem time e títulos. Quando leio as prováveis escalações do Grêmio já sinto que não iremos bem. Posso estar errado mas como não vejo não posso reconhecer meu erro. Me refiro a um meio de campo com Fernando, Souza, Facundo e Biteco ou Felipe Nunes ou Leandro (preferência do Luxemburgo) com Biteco ou Felipe Nunes e um ataque com Moreno e Facundo. Sem a possibilidade da jogada rápida e veloz ficamos no lero lero com Marco Antonio, Marquinhos e Gago. Douglas o craque da imprensa não jogou nada no Grêmio e não está jogando nada nos manos e totalmente fora de forma. Felipe Nunes me lembra o Douglas Costa que sempre estava no banco mas só entrava em jogos perdidos ou encardidos. Terminou queimado com a torcida que só gosta de jogador com nome e caro mesmo que não jogue nada.

  • Douglas

    O ilustre dono do boteco não vai falar do Airton? Chegou a ver jogando?

  • Wonderful collection, Eric, appreciate it. Bookmarked and shared 🙂

  • This is one awesome article.Really looking forward to read more. Want more.