Os engravatados deslumbrados

O Caxias foi melhor, a arbitragem foi correta e o Grêmio mereceu perder.

Antes do jogo escrevi que não acreditava que Luxemburgo cometeria um dos erros que liquidaram Caio Jr, que é jogar com Marquinhos na função de volante e o fantasminha camarada, mais conhecido por Marco Antônio, como articulador. O certo seria escalar Marquinhos na meia, deixando o craque da Portuguesa no banco. Como terceiro volante, poderia ser o Misael ou o Gilberto Silva. O importante era manter o esquema, a estrutura que deu certo no Gre-Nal.

Foi um jogo parelho, mas quem chegou com mais perigo foi o Caxias. Victor foi mais exigido que o bom goleiro do Caxias. No final do jogo, Victor fez uma defesa espantosa evitando o gol da vitória do Caxias, um cabeceio mortal.

O esquema com dois volantes ajudou Fernando a afundar. No primeiro tempo, o guri foi liberado para avançar, com Souza mais fixo. Outro erro de Luxemburgo. Fernando mais adiantado é um volante comum. Fora isso, nesse jogo ele abusou de errar, dando umas entregadas que lembram Douglas.

Aliás, Douglas parado em campo aparece mais que o Marco Antônio. O ruim para o Grêmio é que esse meia apático acerta um ou dois lances em 90 minutos e isso parece apagar tudo o que ele deixou de fazer no restante do tempo. No Gre-Nal, ele meteu uma bola óbvia para Kleber marcar o gol da vitória. Ouvi o W. Carlet dizer antes do jogo que Marco Antônio havia feito partida ‘extraordinária’ no Gre-Nal. Eu enlouqueço.

Hoje, ele cruzou para Kleber fazer 1 a 0. Até ali eu não o tinha visto em campo. Depois, deu um passe para Kleber, que chutou mas a bola desviou num zagueiro. Ora, Douglas parado em campo fazia muito mais.

Depois, nos pênaltis, Marco Antônio errou. Ora, é visível que esse jogador tem dificuldade de personalidade. Ele sabe jogar, tem boa técnica, mas se esconde no jogo. Por que escalar esse jogador para cobrar pênalti? Ninguém ajudou Luxemburgo a escolher? Ao analisar a lista de cobradores apontei dois que poderiam errar: M. Antonio e Fernando, que poderia estar abalado pela má atuação.

Enfim, Luxa, que eu defini como iluminado, continua iluminado. A derrota nos pênaltis para esse time modestíssimo do Caxias, que estava pedindo para perder, vai impedir que alguns outros ‘iluminados’ do Olímpico pensem que o time, por ter vencido o Gre-Nal, tem potencial para vencer algo mais do que o Gauchão.

As derrotas têm esse dom: abrir os olhos dos deslumbrados engravatados do clube, que se exibiram faceiros após a vitória no Gre-Nal, inclusive se achando no direito de fazer provocações inoportunas e inconvenientes.

Hoje, eles estão calados. Afinal, ser eliminado pelo Caxias depois de vencer o Inter, decididamente não estava nos planos.

Se gostou, compartilhe!