Nova derrota e o boato Koff

É muito ruim ser repetitivo. Fico com a impressão de estar sendo chato, cansativo, mas tudo o que escrevi lá por abril ou maio está acontecendo.

O Grêmio começou mal o ano. Nas contratações, mais errou do que acertou. Gastou dinheiro demais para trazer jogadores que nunca foram destaque por onde passaram e/ou que estavam numa descendente na carreira. Salários na faixa dos 200 mil reais para jogar uma bolinha de segunda divisão.

A insistência em manter Silas foi outro erro. Demorou demais para trocar. Mais do que um motivador, o Grêmio precisa de um organizador. Não era o momento de Renato. Escrevi isso. Mas não foi só: pedi ao irmão de Renato, o Adão, que é meu amigo, mandasse um recado meu: “Não vem que é fria, é só pra se queimar”.

Renato está se revelando um acomodador. Se esforça para colocar os medalhinhas no time. Maylson no banco deeeeesse time? Pelo amor de Deus!

A derrota por 2 a 1 para o Santos depois de sair na frente, dentro de casa, é inaceitável. E ainda com um jogador a mais. É muita mediocridade.

Inaceitáveis, também, os comentários de Souza, colocando mais lenha na fogueira. Se ele fosse um jogador que estivesse fazendo a diferença, ainda vá, mas com a bolinha que anda jogando?

Não duvido que Renato, com os reforços meia-boca que está recebendo, ainda consiga reverter essa tendência de queda, escapando do rebaixamento.

No momento, porém, o melhor que se tem a fazer é rezar.

SAIDEIRA

O boato de que Fábio Koff pode concorrer à presidência do Grêmio sacudiu a cidade, o Estado. Curioso é que o boato surgiu no dia em que se anuncia um grande evento para lançar Paulo Odone. Existe um grupo no Grêmio, que hoje está no poder com os resultados que estamos vendo, que quer Odone longe do Olímpico. Para isso, é capaz de tudo. Até de lançar Koff para diluir o impacto que promete ter a candidatura oficial de Odone. Koff dificilmente largará o salário que recebe no Clube dos 13 para voltar justamente num momento em que poderá pegar o clube quem sabe até na segunda divisão. Não sou fã de Odone, mas não vejo outro nome melhor para assumir o clube.

Se gostou, compartilhe!